in

Cepea: Preço da soja sofre depreciação

O insumo é diretamente afetado pela desvalorização do dólar frente ao Real

soja
foto: reprodução

Em recente levantamento realizado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), foi notada queda significativa no preço da soja. O insumo é diretamente afetado pela desvalorização do dólar frente ao Real, de 1,7% entre 25 de março e 1º de abril. O declínio significa 4,4% a menos entre fevereiro e março, alcançando o valor de R$4,97 no último mês.

Segundo os pesquisadores do Cepea, “as cotações domésticas também foram influenciadas por estimativas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA – sigla em inglês) indicando aumento da área de soja no País americano na safra 22/23. O Departamento estima que a semeadura norte-americana some 91 milhões de acres (36,8264 milhões de hectares), um recorde. Além disso, o avanço da colheita da safra 21/22 na América do Sul também pesou sobre os valores internos da oleaginosa, mesmo que o volume total a ser produzido seja bem menor que o da temporada anterior”.

No Brasil, entre 25 de março a 1º de abril, os Indicadores  ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá (PR) e CEPEA/ESALQ – Paraná apresentaram queda de 7,6% e 5,6%, com respectivos fechamentos de R$ 178,54 e de R$ 178,94/saca de 60 kg na sexta-feira (1). 

No entanto, mesmo com a desvalorização do produto durante o mês de março, o Indicador Paranaguá apontou que entre fevereiro e março, os preços estiveram maiores em R$199,60/sc de 60 kg (crescente 2,3%), sendo a segunda maior soma da história do Centro de Estudos em termos reais.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Tereza Cristina vai ao Canadá em busca de novas oportunidades

Preço do milho sobe quase 18% após conflito europeu

Debate sobre legislação encerra XIX Congresso de ovos

Instituto de Pesca de SP comemora 53 anos

Adenovírus aviário é tema de palestra durante SBSA