Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
EVENTOS

Conteúdo

Nucleovet já tem data marcada para os simpósios de 2024

Eventos de avicultura, suinocultura e bovinocultura de leite serão realizados em abril, agosto e novembro, respectivamente
feedfood
FOTO: REPRODUÇÃO

Chapecó será mais uma vez palco dos Simpósios que proporcionam inovação, desenvolvimento e evolução para as classes médico veterinária e zootécnica. Promovidos anualmente pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet), os eventos irão ocorrer no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes em Chapecó (SC).

O Simpósio Brasil Sul de Avicultura (SBSA) será realizado entre os dias 9 e 11 de abril, o Simpósio Brasil Sul de Suinocultura (SBSS) nos dias 13 e 15 de agosto e o Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite (SBSBL) nos dias 5, 6 e 7 de novembro.

O presidente do Nucleovet, Tiago Mores, destacou que ao promover os eventos buscam contribuir para o avanço do setor e ao olhar para os feedbacks podem compreender o grande impacto positivo.

Em 2023, os simpósios reuniram mais de 4.000 inscritos, promoveram mais de 60 palestras com profissionais renomados e reuniram mais de 100 marcas com o propósito de fortalecer o setor agropecuário.

Nas áreas de avicultura, suinocultura e bovinocultura de leite, considerados como três dos principais eventos técnicos do Brasil e da América Latina, os simpósios são referência em transferência de conhecimentos, aperfeiçoamento da classe, desenvolvimento de novas tecnologias e troca de experiências

O 23º SBSA e 15º SBSS, realizados no último ano, congregaram profissionais, estudantes e produtores em prol do aprimoramento de técnicas e desenvolvimento dos setores.

Já o 12º SBSBL, superando as expectativas, atingiu recorde de participação e foi marcado pela criação do 1º Simpósio Catarinense de Pecuária de Leite à Base de Pasto e a Fazenda do Futuro.

“Enfatizamos a palavra evolução pois ela simboliza muito bem a trajetória dos Simpósios e nossos objetivos enquanto entidade”, concluiu o presidente.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária