in

Sebrae-SP e Embrapa firmam parceria tecnológica

União visa plataformas de inovação tecnológica voltadas à atividade do Agro

União visa plataformas de inovação tecnológica voltadas à atividade do Agro

Visando oferecer benefícios, principalmente para produtores rurais, uma parceria entre a Embrapa e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresa (Sebrae), de São Paulo, lançarão até o final do ano plataformas de inovação tecnológica voltadas à atividade agropecuária.

O projeto foi abordado durante o encontro entre as presidências das instituições, no dia 5 de setembro, em Brasília-DF. A união tem como meta desenvolver conjuntamente plataformas de inovação tecnológica voltadas ao setor, com foco em produtos cujo potencial representem o fortalecimento econômico, a partir da agregação de valor, por meio de investimento tecnológico.

A expectativa é de que até o final de outubro, a parceria já possa ser formalizada, para o desenvolvimento de um projeto piloto estruturado.  Para isso, foram indicados como pontos focais para a elaboração da iniciativa a chefe-geral da Embrapa Informática Agropecuária (Campinas, SP) Silvia Massruhá, e o gerente de Marketing da Secretaria de Inovação e Negócios, Rafael Vivian.

“As oportunidades para desenvolver essa parceria no Estado de São Paulo são muito grandes”, destacou o presidente substituto da Embrapa, Cleber Soares, referindo-se aos segmentos da agroindústria e do empreendedorismo. “Já temos parcerias promissoras com o Sebrae Nacional e, certamente, a convergência de esforços com o Sebrae-SP significa o fortalecimento de expertises em nossas áreas de atuação” completa.

Ainda segundo Cleber Soares, o primeiro passo será a identificação das cadeias produtivas com as quais as duas instituições vão trabalhar. Cacau, café, hortifrutis, amendoim, nozes, castanhas, abacate, leite orgânico e sem lactose foram algumas possibilidades apontadas por ele.

Para o presidente do Sebrae de São Paulo, Tirso Meirelles, é preciso mais atenção ao homem do campo e criar condições e incentivos para que permaneça na atividade agropecuária. “O Programa Balde Cheio, metodologia da Embrapa, aplicada pelo Sebrae, por meio da transferência de tecnologia para o desenvolvimento da pecuária leiteira em propriedades familiares, é um exemplo de que é possível transformar vidas”, ressaltou.

Também estiveram presentes na reunião em Brasília o diretor técnico e o assessor da presidência do Sebrae-SP, Ivan Hussni e Renato Fonseca, a gerente de Relações Institucionais e Governamentais (Grig), Cynthia Cury, e os analistas Fernando Amaral e Roberto Barbosa, do Setor de Estratégias e Parcerias da Gerência de Inovação.

Fonte: Embrapa, adaptado pela equipe feed&food.

Embrapa Soja oferece palestra via Youtube

Brasil deve atingir novo recorde com safra de grãos