in

Falta de chuva deve afetar produção de milho

Inmet alerta sobre impacto da estiagem na segunda safra do grão

reprodução

Os meses de maio até setembro são marcados pelo período seco na região central do Brasil, quando as massas de ar seco impedem a formação de nuvens de chuva. Os acumulados de chuva variam normalmente entre 10 mm e 80 mm, sendo os meses de junho e julho os mais críticos, com volumes de chuva inferiores a 40 mm. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta que, neste ano, a falta de chuva pode afetar a produção de milho na região.

O estado do Mato Grosso, maior produtor da cultura do milho segunda safra, vem sofrendo com a estiagem desde abril. Alguns locais estão com mais de 25 dias sem chuvas, o que pode impactar no desenvolvimento da cultura do milho segunda safra e causar possíveis quebras na produtividade.

O agrometeorologista Cleverson Freitas explica que, como a falta de chuva pode prejudicar o desenvolvimento do milho, as altas temperaturas, acima de 35°C, podem também impactar severamente a fenologia e consequentemente a produtividade.

“A temperatura prevista para o mesmo trimestre, poderá ficar dentro e ligeiramente acima da média, principalmente no mês de julho. Normalmente, os maiores acumulados de chuva na região ocorrem a partir do mês de setembro, entretanto devemos estar atentos às atualizações dos boletins agroclimáticos mensais emitidos pelo Inmet”, afirma o agrometeorologista Cleverson.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) ressalta a importância de o produtor considerar as previsões meteorológicas para diminuir os riscos e ter maior produção e lucro na plantação.

As informações sobre a previsão do tempo em sua localidade são fornecidas de forma gratuita, considerando a inclusão das áreas produtoras de diferentes culturas para todo Brasil. O Agromet é a plataforma que disponibiliza em tempo real dados das Estações Meteorológicas do Inmet, previsão do tempo para sete dias a partir daquele ponto, imagens de satélite, tendência de queda nas temperaturas, excesso ou falta de chuva, umidade relativa do ar. É possível também mapear as culturas do algodão, arroz, café, cana-de-açúcar, bem como culturas de inverno e de verão.

O Inmet tem o Sistema de Suporte à Decisão na Agropecuária (Sisdagro), que oferece ferramentas de monitoramento e previsão do balanço hídrico e produtividade em diferentes culturas, além de previsão de condições favoráveis à formação de geada. O Sisdagro fornece ainda informações agroclimatológicas referentes ao balanço hídrico e dias aptos ao manejo agrícola.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

asa

Pigger Cream auxilia na desmama de leitões

WhatsApp Image 2022 05 05 at 09.08.39

Alivira Brasil inicia rodada de reuniões