in

Brasil está na final em concurso de agrociência

Mestre pela UFSC, Renata Nóbrega desenvolveu estudo sobre tilápias

Mestre pela UFSC, Renata Nóbrega desenvolveu estudo sobre tilápias

Foram selecionados os finalistas do Alltech Young Scientist 2019, reconhecido como o maior concurso científico de agrociência do mundo. Em sua 14º edição, o programa recebeu trabalhos de 120 universidades, em 40 países. Entre os quatro finalistas selecionados pela Alltech ao redor do mundo, está a mestre em aquicultura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Renata Oselame Nobrega, que representará a América Latina com um estudo sobre a utilização de microalgas na dieta de tilápias para melhorar a digestibilidade desses animais durante os meses de inverno.

“A tilápia é a segunda maior espécie da aquicultura cultivada no mundo e presente em todos os continentes. Com isso acaba enfrentando condições sub-tropicais em diversas regiões, como nos estados do sul do Brasil. Com melhora na nutrição e na imunidade desses animais, temos a expectativa de que a produção mundial também cresça”, explica a pesquisadora.
 
O estudo ainda demonstrou que a utilização de 1% da suplementação com as microalgas em substituição ao óleo de peixe, tradicionalmente utilizado nas dietas desses animais, resultou em crescimento de 5,31% na produção das tilápias. Isso acontece pela rica presença de DHA (ácido graxo rico em ômega 3) nas algas, sendo essa uma substância fundamental para o desenvolvimento da espécie.


Premiação. Os alunos de pós-graduação de universidades nacionais e internacionais competirão com trabalhos de alto nível para concorrer a US$ 10.000,00 e fazer parte de um dos grupos de cientistas mais inovadores do mundo. Os vencedores da competição internacional receberão o prêmio durante o ONE: Simpósio de Ideias Alltech, que acontece de 19 a 21 de maio deste ano em Lexington, Kentucky, nos Estados Unidos.
 
Os alunos apresentarão suas pesquisas a um grupo de jurados internacionais, além de terem a chance de desenvolver perfil liderança, orientação profissional e oportunidades de networking com todas as despesas pagas durante a AYS Discovery Week, evento que também ocorre durante o simpósio internacional da Alltech.

“Durante 14 anos, a Alltech tem tido a honra de oferecer para a próxima geração de líderes de agrociência a oportunidade de participar da Alltech Young Scientist, apresentando suas pesquisas para um público internacional”, afirma o vice-presidente e diretor científico da Alltech, Dr. Karl Dawson.

Conheça os finalistas e seus temas de pesquisa:
 
Renata Oselame Nobrega, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

“Suplemento dietético Aurantiochytrium sp., uma fonte de ácido docosahexaenóico, promove o crescimento de tilápia-do-Nilo em temperatura sub-ótima”.
 
Deeksha Shetty, Universidade de Saskatchewan, Canadá
 
“O papel do fator sigma RpoE e sistemas Cpx de dois componentes na formação de biofilmes por Salmonella enterica subsp. enterica serovar enteritidis”
 
Anouschka Middelkoop, Universidade de Wageningen, Holanda
 
“O nível de ingestão de alimentos durante a lactação de matrizes e como a estratégia de apresentação da ração afeta o desempenho dos leitões”.
 
Bing Liu, Universidade de Jiangnan, China
 
“Estabilidade oxidativa e atributos de qualidade muscular de poedeiras alimentadas com oligoelementos orgânicos como cofatores de enzimas antioxidantes”.
 
Para mais informações sobre o programa Alltech Young Scientist, visite o site.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe Feed&Food.

Ourofino Agrociência destaca produtos na Agrishow

ABPA prorroga prazo para entrega de trabalhos