in

Agroceres PIC participa de cerimônia no Paraná

Empresa foi convidada para a comemoração do primeiro ano do Estado como área livre de aftosa sem vacinação

Gustavo Simao gerente de Servicos Veterinarios da Agroceres PIC discursa durante evento do Governo do Parana para celebrar o aniversario de 1 ano da certificacao da OIE Foto Gilson Abreu AEN
REPRODUÇÃO

Ao celebrar primeiro ano como área livre de aftosa sem vacinação, Governo do Paraná promoveu cerimônia. A iniciativa, realizada no Palácio do Iguaçu, sede do governo, em Curitiba (PR), nesta terça-feira (31), reuniu autoridades e serviu também para comemorar os 10 anos de fundação da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar).

O encontro, que celebrou a certificação promovida pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), contou com a participação da Agroceres PIC.

Para o governador Carlos Massa Ratinho Junior, a certificação da OIE é a maior conquista do agronegócio paranaense em 100 anos. “O Paraná celebra seu primeiro ano como área livre de febre aftosa sem vacinação com todas as condições reunidas para ampliar a competitividade no mercado internacional de proteína animal”, destacou.

A condição sanitária, além de abrir novas oportunidades para o Estado no front externo, também atrai empresas, estimulando investimentos no agronegócio regional. Como exemplo, cooperativas agroindustriais preveem investir cerca de R$ 4,2 bilhões neste ano, sendo R$ 700 milhões somente no abate de suínos.

Neste cenário, a Agroceres PIC foi convidada para falar sobre os investimentos que está realizando no Estado, há anos fortalecendo sua posição. Além de uma Unidade de Disseminação de Genes (UDG) localizada em Laranjeiras do Sul, a empresa se prepara para inaugurar Complexo Genético em Paranavaí, no noroeste do Estado.

No novo espaço serão instaladas uma nova UDG, com capacidade para alojar 800 reprodutores e potencial para processar 1,2 milhão de doses de sêmen por ano e a Granja Núcleo Gênesis, com capacidade para alojar 3.600 fêmeas elite.

“A certificação do Paraná como área livre de aftosa sem vacinação foi conquistada graças ao esforço do Estado para elevar a vigilância e a defesa sanitária, tarefa da qual a criação da Adapar tem participação destacada”, afirmou o gerente de Serviços Veterinários da Agroceres PIC, Gustavo Simão.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

plantacao

Encontro pauta impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia

exemplos dos colaboradores 1

Maio Amarelo: Vetanco realiza campanha de conscientização