in

SAA reitera prazo final de vacinação contra aftosa em SP

Produtores terão até o dia 31 de maio para vacinar os bovídeos

febre aftosa

A fim de vacinar a maior quantidade possível de animais contra a febre aftosa, Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA) destaca prazo final para realização da ação. Produtores terão até o dia 31 de maio para vacinar os bovídeos.

Segundo a SAA, mesmo faltando uma semana para o encerramento da campanha, menos da metade das propriedades rurais cadastradas no sistema Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, vinculado à Coordenadoria de Defesa Agropecuária, comprovou a vacinação dos animais. Prazo final para declarar ato é 7 de junho.

“Dados emitidos pelo Gedave nesta segunda-feira, 24 de maio, mostram que 42,45% das 120.571 propriedades cadastradas com bovídeos informaram ter vacinado os seus animais. Com relação ao número de animais, os dados mostram que 53,60% do total do rebanho paulista formado, por 10.554.742 bovídeos, consta como vacinado”, destaca a Secretaria.

A Defesa Agropecuária orienta que o produtor esteja atento às datas, pois, deixar de vacinar sujeita a multas de 5 Ufesps (145,45 reais) por cabeça e deixar de comunicar a vacinação, 3 Ufesps (87,27 reais) por cabeça não declarada.

DE OLHO NOS DADOS:

Confira alguns dados emitidos pelo Gedave. Material apresenta o número de propriedades cadastradas com bovídeos em cada regional de Defesa Agropecuária e o percentual de propriedades que informaram a vacinação e o número de animais cadastrados em cada regional de Defesa Agropecuária, com o percentual de animais declarado como vacinados.

EDA de Andradina – 4.886 – 43,266 % – 458.280 – 46,960 %
EDA de Araçatuba – 3.779 – 43,080 % – 358.378 – 55,733 %
EDA de Araraquara – 1.772 – 35,609 % – 126.555 – 56,955 %
EDA de Assis – 2.309 – 43,179 % – 202.521 – 54,184 %
EDA de Avaré – 3.213 – 40,461 % – 217.173 – 52,428 %
EDA de Barretos – 1.826 – 25,027 % – 179.274 – 43,556 %
EDA de Bauru – 2.899 – 39,013 % – 359.855 – 56,655 %
EDA de Botucatu – 3.012 – 36,521 % – 290.570 – 50,883 %
EDA de Bragança Paulista – 3.903 – 37,791 % – 239.358 – 54,667 %
EDA de Campinas – 1.304 – 36,963 % – 109.073 – 56,406 %
EDA de Catanduva – 1.837 – 43,495 % – 124.859 – 67,869 %
EDA de Dracena – 3.936 – 44,944 % – 330.443 – 55,430 %
EDA de Fernandópolis – 2.729 – 43,093 % – 247.451 – 46,590 %
EDA de Franca – 1.954 – 30,194 % – 181.993 – 42,943 %
EDA de General Salgado – 4.398 – 51,614 % – 485.648 – 58,521 %
EDA de Guaratinguetá – 4.534 – 49,801 % – 366.719 – 57,331 %
EDA de Itapetininga – 5.334 – 46,475 % – 297.604 – 58,084 %
EDA de Itapeva – 3.535 – 46,167 % – 195.184 – 52,227 %
EDA de Jaboticabal – 1.561 – 39,910 % – 87.588 – 54,974 %
EDA de Jales – 4.879 – 52,675 % – 372.752 – 60,332 %
EDA de Jaú – 1.934 – 46,122 % – 132.234 – 53,882 %
EDA de Limeira – 1.837 – 38,269 % – 122.895 – 53,180 %
EDA de Lins – 2.472 – 41,748 % – 361.027 – 53,237 %
EDA de Marília – 2.262 – 46,640 % – 380.525 – 57,109 %
EDA de Mogi das Cruzes – 1.030 – 24,466 % – 25.706 – 32,798 %
EDA de Mogi-Mirim – 1.347 – 31,552 % – 92.039 – 56,372 %
EDA de Orlândia – 933 – 28,189 % – 85.955 – 43,422 %
EDA de Ourinhos – 3.078 – 43,112 % – 247.188 – 54,180 %
EDA de Pindamonhangaba – 5.275 – 42,104 % – 375.478 – 52,332 %
EDA de Piracicaba – 2.108 – 33,824 % – 171.734 – 45,780 %
EDA de Presidente Prudente – 6.288 – 40,522 % – 747.425 – 47,945 %
EDA de Presidente Venceslau – 7.065 – 46,837 % – 819.300 – 56,912 %
EDA de Registro 1.737 – 29,534 % – 109.705 – 36,403 %
EDA de Ribeirão Preto – 1.635 – 26,911 % – 116.072 – 42,810 %
EDA de São João da Boa Vista – 3.503 – 47,559 % – 334.006 – 58,068 %
EDA de São José do Rio Preto – 5.057 – 46,984 % – 436.769 – 57,277 %
EDA de São Paulo – 269 – 24,907 % – 5.961 – 27,244 % –
EDA de Sorocaba – 3.326 – 31,118 % – 155.082 – 46,677 %
EDA de Tupã – 2.903 – 43,576 % – 323.820 – 49,657 %
EDA de Votuporanga – 2.912 – 55,185 % – 280.543 – 62,483 %
TOTAL – 120.571 – 42,456 % – 10.554.742 – 53,604 %

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feedfood.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

Ourofino abre inscrições para programa de estágio

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

Tecnologia

Cresce número de startups no agronegócio brasileiro

dinheiro

Cultura de inverno bem-feita beneficia ações subsequentes