in

Nucleovet define programação científica do 13º SBSS

Simpósio acontece de maneira on-line entre os dias 10 e 12 de agosto

A programação científica do 13º Simpósio Brasil Sul de Suinocultura (SBSS) – um dos principais fóruns de discussão do setor na América Latina – foi anunciada nesta quarta-feira (07) pela entidade promotora, o Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet). O Simpósio ocorrerá de maneira totalmente on-line, nos dias 10, 11 e 12 de agosto.

Paralelamente ocorrerá a 12ª Brasil Sul Pig Fair virtual. Em face da persistência da crise sanitária decorrente da pandemia do novo coronavírus, os dois eventos serão realizados totalmente on-line, com geração e transmissão a partir de Chapecó (SC).

A abertura oficial do evento ocorrerá no dia 10 de agosto às 13h30 e a palestra de abertura iniciará às 14h24. O engenheiro agrônomo e doutor em economia aplicada pela ESALQ/USP, Alexandre Mendonça de Barros, explanará sobre “Mercado de carnes e grãos: tendências e perspectivas”. A palestra tem patrocínio da Farmabase.

O Simpósio está dividido em cinco módulos: tendências de futuro, biosseguridade, uso prudente de antimicrobianos, nutrição e sanidade. O presidente da Comissão Científica do SBSS, Paulo Bennemann, ressalta que os temas foram definidos com base no momento atual da suinocultura e seus desafios. “Buscamos profissionais com alta expertise nos temas que abordarão tendências, inovações e o futuro da suinocultura, sem esquecer do que é importante no dia a dia do setor, para garantir a qualidade e a sanidade na produção. Serão três tardes que proporcionarão muito conhecimento e trocas de experiência, trazendo forte conexão com o cenário mundial do setor”, sublinha.

O presidente do Nucleovet, Luiz Carlos Giongo, frisa que desde a primeira edição do evento, o objetivo é promover o aprimoramento dos médicos veterinários, zootecnistas, consultores, pesquisadores, profissionais da agroindústria, produtores e demais profissionais envolvidos com a ampla e complexa cadeia da suinocultura. “O sucesso do evento tem sido baseado em uma abordagem prática de assuntos do dia a dia e que possam agregar conhecimento técnico”, realça.

INSCRIÇÕES

O primeiro lote de ingressos estará disponível até o dia 19 de julho, com os valores: R$ 400 para profissionais; R$ 300 para estudantes; R$ 200 para associados do Nucleovet; R$ 300 para agroindústrias e órgãos públicos, com pacotes a partir de dez inscrições; e R$ 270 para universidades, também com possibilidade de pacotes. Os valores serão reajustados para inscrições do segundo lote (20 de julho a 4 de agosto) e para o terceiro lote (a partir do dia 5 de agosto e durante o evento). Os pacotes podem ser parcelados em até três vezes.

Além da programação científica, haverá um pré-evento no dia 9 de agosto e eventos paralelos de empresas parceiras nos dias do Simpósio. Os inscritos somente para a Pig Fair virtual também poderão acessar esses eventos.

As inscrições podem ser feitas no site https://nucleovet.com.br/.

O 13º Simpósio Brasil Sul de Suinocultura tem apoio da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), do Conselho Regional de Medicina Veterinária de SC (CRMV/SC), da Embrapa, da Prefeitura de Chapecó, da Unochapecó e da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc).

PROGRAMAÇÃO DO 13º SIMPÓSIO BRASIL SUL DE SUINOCULTURA 2021

Data 10/08/2021

13h30 às 14h20 – Abertura do evento

14h24 às 15h25 – Palestra de abertura: “Mercado de carnes e grãos: tendências e perspectivas”.

Palestrante: Alexandre Mendonça de Barros

15h25 às 15h40 – Intervalo

15h40 às 15h45 – Painel Tendência de Futuro

15h45 às 16h25 – Mercado externo: próximas tendências, países clientes potenciais e exigências destes países.

Palestrante: Dilvo Casagranda

16h25 às 16h45 – Discussão

16h45 às 17h25 – Novas tecnologias que estão sendo aplicadas na criação de suínos (robotização, automação), seus custos e possíveis retornos.

Palestrante: Gustavo Lima

17h25 às 17h45 – Discussão

Data 11/08/2021

13h30 às 13h35 – Painel Biosseguridade (atualização da PSC/PSA)

13h35 às 14h15 – Peste Suína Clássica: o que o Brasil está fazendo e qual o risco para a nossa suinocultura.

 Palestrante: Guilherme Takeda

14h15 às 14h35 – Discussão

14h40 às 15h20 – Peste Suína Africana: o que mudou até o momento. Uma atualização da situação mundial.

Palestrante: Leandro Hackenhaar

15h20 às 15h40 – Discussão

15h40 às 15h55 – Intervalo

15h55 às 16h00 – Painel Antimicrobianos

16h00 às 16h40 – Uso prudente de antimicrobianos na suinocultura: qual o nosso caminho?

Palestrante: Jalusa Deon Kick

16h40 às 17h00 – Discussão

17h05 às 17h45 – Estratégias nutricionais em programas alternativos aos antibióticos.

Palestrante: Vinícius Cantarelli

17h45 às 18h05 – Discussão

Data 12/08/2021

13h30 às 13h35 – Painel Nutrição

13h35 às 14h15 – Nutrição de precisão: em busca da máxima eficiência.

Palestrante: Mário Penz

14h15 às 14h35 – Discussão

14h40 às 15h20 – Visão estratégica de ingredientes nutricionais (mercado internacional e impacto interno).

Palestrante: Uislei Orlando

15h20 às 15h40 – Discussão

15h40 às 15h55 – Intervalo

15h55 às 16h00 – Painel Sanidade

16h00 às 16h40 – O que não vemos: micotoxinas e suas interações (vacinas, performance, CDRS, desafios entéricos).

Palestrante: Paulo Dilkin

16h40 às 17h00 – Discussão

17h05 às 17h45 – Papel dos agentes primários e secundários no Complexo de Doença Respiratória dos Suínos e suas interações (foco em Influenza, Mh e APP).

Palestrante: Djane Dallanora

17h45 às 18h05 – Discussão

Fonte: A.I.

CONFIRA:

México deve potencializar compra de carne de frango brasileira

Faesp aponta preocupação com juros do Plano Safra

Fique por dentro das principais atualizações do mercado de proteína animal, acompanhe também: www.revistafeedfood.com.br

Especialista aborda gestão de pessoas na suinocultura

Agronegócio brasileiro oferece ampla oportunidade para pesquisas