Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Mudanças climáticas afetam lavouras de soja no País

feedfood

Em decorrência da falta de chuva em algumas regiões do País, as atenções da agropecuária brasileira, principalmente dos agentes de soja, estão voltadas para o desenvolvimento das lavouras e à colheita  nos Estados do Paraná e Mato Grosso, que seguem em ritmo lento. 

Segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), “a expectativa é de que os trabalhos de campo se intensifiquem entre o final de janeiro e começo de fevereiro”.  Já nas áreas de cultivo precoce, o cenário aponta baixa produtividade, consequência das chuvas tardias na região, gerando preocupações diante da oferta da safra 2021/22. 

“O quadro mais preocupante dos agentes está localizado no Sul do País. No Paraná, apenas 2% da área semeada havia sido colhida até o final da semana passada, mas as condições das lavouras estão cada dia piores” afirma o Centro de Estudos, que completa dizendo que, “por outro lado, produtores do Sudeste e de parte do Centro-Oeste do Brasil ainda estão otimistas quanto à safra de soja e esperam por produção volumosa nestas regiões”.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Suinocultura deve encerrar ano com bons números

Avicultura se mostra robusta em produção, exportação e consumo

FAESP comemora fim de embargo chinês à carne bovina

Patrocinado
Patrocinado