in

Suinocultura deve encerrar ano com bons números

Em coletiva de imprensa, ABPA também apontou recordes para 2022

CARGILL

De modo a preparar produtores e agroindústrias suinícolas, Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) realizou coletiva de imprensa para analisar 2021 e expectar números para 2022. Encontro virtual ocorreu nesta quinta-feira (16).

Como pontuou a ABPA, a produção da proteína deverá alcançar neste ano até 4,700 milhões de toneladas, número 6% superior ao registrado no ano passado, com 4,436 milhões de toneladas. Já o volume projetado para 2022 poderá chegar até 4,850 milhões de toneladas, volume 4% maior em relação a 2021.

Ao que se refere às exportações, as projeções apontam para embarques totais neste ano de até 1,130 milhão de toneladas, número 10,5% superior ao alcançado em 2020, com 1,024 milhão de toneladas. “Em 2022, as vendas internacionais poderão chegar a 1,200 milhão de toneladas, volume que supera em 7,5% as exportações projetadas para 2021”, alertou.

Perante a consumo per capita, ABPA estima que índice deverá alcançar este ano 16,80 quilos per capita, número 5% maior que o consumo registrado em 2020, com 16,06 quilos. Em 2022, projeção deve alcançar 17,30 quilos, número 3% maior que o esperado para 2021.

“Tanto a produção, quanto às exportações e o consumo per capita projetados para 2021 e 2022 são recordes históricos”, comemorou a Associação.

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Preços dos ovos apresentam recuo em São Paulo

Médico veterinário alerta sobre mastites

Palestra da JINC aborda carne cultivada

CONBRASUL eduardo santos 1

Iniciativa visa ampliar consumo de ovos no Brasil

Qualidade da água interfere na produção do leite