in

Minerva Foods assume compromisso Carbono Neutro

Objetivo da empresa é zerar emissões líquidas até 2035

A Minerva Foods anuncia o lançamento de sua nova estratégia de Sustentabilidade, com o compromisso de ser Carbono Neutro, alcançando emissões líquidas zero até 2035 – 15 anos antes do previsto no Acordo de Paris. Companhia investirá até R$ 1,5 bilhão em projetos que ajudam a reduzir as emissões em toda a cadeia produtiva até a data anunciada.

E as metas iniciam já: O primeiro compromisso é garantir o fim do desmatamento ilegal em toda a cadeia de abastecimento na América do Sul. “Seguiremos com o monitoramento geográfico em todos os territórios do Brasil e vamos expandir para 100% dos fornecedores diretos no Paraguai, em 2021; na Colômbia, em 2023; no Uruguai, em 2025; e nos demais países do continente até 2030”, destaca Taciano Custódio, Diretor de Sustentabilidade da Minerva Foods.

Até o fim de 2021, a empresa irá integrar a ferramenta Visipec ao seu sistema de monitoramento geográfico para a Amazônia, que proporciona uma avaliação de riscos relacionados às fazendas fornecedoras indiretas e foi desenvolvida pela Universidade de Wisconsin em parceria com a National Wildlife Federation (NWF).

Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa.

Com foco nas emissões, a Companhia se compromete a reduzir em 30% a intensidade das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) nos escopos 1 e 2 até 2030; e a manter sua matriz energética carbono neutro com 100% da energia advinda de fontes renováveis – meta já alcançada em 2020.

Compromisso compartilhado.

A Minerva Foods também irá inserir 50% dos fornecedores de carne bovina no Novo Programa de Baixa Emissão de Carbono até 2030. A estratégia irá fortalecer a parceria com instituições de pesquisa, como a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa); o Centro Internacional de Agricultura Tropical (CIAT/Colômbia); e o Instituto Nacional de Investigação Agropecuária (INIA/Uruguai).

A iniciativa consistirá na realização de ações dentre as quais estão: a aplicação de metodologia para monitorar, relatar e verificar o balanço de carbono de fazendas na América do Sul; o apoio na restauração da vegetação nativa alinhada à Década de Restauração de Ecossistemas das Nações Unidas; e a promoção de parcerias com instituições financeiras para implementar financiamento que reconheça e recompense práticas produtivas sustentáveis.

“Temos o entendimento de que a corrida para emissão líquida zero deve ser um esforço coletivo. Por isso, estamos envolvidos em parcerias e coalizões com o objetivo de abordar as mudanças climáticas e impulsionar a sustentabilidade do setor. As ações e compromissos se baseiam em décadas de diligência à melhoria dos resultados ambientais e sociais, dentro dos três pilares da sustentabilidade da Minerva Foods: Dedicação ao planeta, Prosperidade da nossa gente e Qualidade do produto e respeito à vida”, reforça Custódio.

A companhia também irá fornecer aos produtores a mesma tecnologia geoespacial que utiliza para obter os melhores resultados de monitoramento do setor, por meio de um aplicativo de verificação de fornecedores desenvolvido pela Niceplanet Geotecnologia, até dezembro deste ano no Brasil, e nos demais países até 2030.

Fonte: A.I.

JBS exportará para o Camboja e para a República Dominicana

Brasil pode elevar as exportações para a Coreia do Sul