Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Harven Agribusiness School abre inscrições para processo seletivo 

Faculdade do agro começará as operações no início de 2024, em Ribeirão Preto (SP) 
feedfood
Foto: reprodução

Ao focar no início do ano letivo de 2024, a Harven Agribusiness School iniciará as atividades dentro do complexo empresarial Dabi Business Park, em Ribeirão Preto, no interior do Estado de São Paulo. Em cinco anos, o espaço com salas de aula voltadas para metodologia ativa, laboratórios e interação, deve chegar a 5 mil m².  

As inscrições para o processo seletivo podem ser feitas no site oficial da faculdade. Contudo, ele exigirá duas etapas: análise de vídeo, no qual o candidato deverá falar sobre suas expectativas profissionais, e prova com questões de raciocínio lógico, inglês, conteúdo aplicado ao agro e redação. A avaliação será feita de forma remota no mês de novembro.  

“Desde o primeiro dia de aula, os estudantes da Harven terão contato com outras empresas do agronegócio e startups de tecnologia que certamente contribuirão para o preparo desses novos profissionais para o mercado de trabalho. Queremos que, além da parte teórica, nossos alunos consigam ter toda uma experiência prática”, conta o CEO da Harven, Roberto Fava Scare.  

O projeto tem como objetivo formar novos líderes. Para isso, a faculdade começará a operação com a oferta de três cursos de graduação: Administração, Direito e Engenharia de Produção. Cursos de pós-graduação e parcerias com fazendas e empresas também serão oferecidos.  

Foto: reprodução
Espaço contará com área de confraternização (Foto: reprodução)

A estrutura é pensada para que os alunos estejam inseridos nos mercados de agronegócio e de tecnologia desde o início da faculdade. No centro empresarial Dabi Business Park também se encontra um hub de tecnologia com startups e aceleradoras importantes para o setor, além de outras marcas como o programa de inovação Poliniza, voltado para empresas do agro, e escritórios de advocacia.  

A Harven é a primeira etapa de um plano maior da Markestrat e do Grupo SEB, sócios da faculdade, para a criação da Cidade do Agro, um ecossistema global voltado para o agribusiness com serviços, centro de eventos, hub de tecnologia e hospedagem, entre outras iniciativas. O complexo ficará em um terreno de cerca de 400 mil m2, ao lado do espaço da Agrishow. No futuro, a faculdade deve migrar para o coração da Cidade do Agro.  

Fonte: AI, adaptado pela equipe Feed&Food.

LEIA TAMBÉM:

Estudantes e recém-formados: atitude é fundamental para ingressar na suinocultura 

Segundo dia da Pig Fair é palco de lançamentos e casa cheia

SP: APA seleciona veterinários para Programa de Sanidade 

Patrocinado
Patrocinado