in

Cobb recebe certificação de bem-estar animal pela PAACO

Empresa valida medidas de bem-estar no mês Abril Laranja

A Cobb-Vantress recebeu certificação de Bem-estar Animal em algumas de suas unidades do Brasil pela WQS, vinculada com a PAACO (Organização de Certificação de Auditores Profissionais de Saúde Animal, da sigla em inglês). “Essa validação assegura que estamos cumprindo todos os critérios do nosso programa de BEA, isso aos olhos de uma pessoa externa, ou empresa, é muito positivo, pois é uma certificação internacional”, destacou o biólogo e gerente de Laboratório e Bem-Estar Animal da Cobb-Vantress na América do Sul, Marcio Gereti.

Disponibilidade de alimento aos animais, checagem do conforto das aves, treinamentos dos colaboradores sobre bem-estar animal, relatórios de parâmetros técnicos e responsáveis pela aderência do programa nas unidades foram alguns dos critérios avaliados durante a certificação, explicou a bióloga e analista de Bem-Estar Animal e Controle Entomológico da Cobb-Vantress na América do Sul, Gracieli Araújo.

Ela salienta que a Cobb tem esta certificação anual no país e que todas as unidades estão 100% dentro do programa. “Assim como da última vez, tivemos agora 100% de aproveitamento, pois atendemos a todos os requisitos pedidos durante a auditoria”, afirmou.

Bem-estar animal e a produção

Gereti defende que o bem-estar animal está diretamente atrelado ao processo produtivo. “Muitos dos indicadores que prezamos na produção animal podem ser melhorados e medidos através de melhorias no bem-estar dessas aves. Com isso, então, estamos cuidando de duas áreas ao mesmo tempo: o Bem-Estar Animal e a Produção. Uma não vive sem a outra, pois todos os recursos empregados na produção acabam impactando o bem-estar animal, e vice-versa”.

Ele ressalta a cultura do bem-estar animal. “Está enraizada em nossos colaboradores. Eles sabem muito bem do que se trata e o que fazer para nos mantermos com excelência nesse assunto. E, para o cliente, é uma garantia de que ele está comprando produtos de uma empresa que está cumprindo com o que há de mais exigente e atual no que se refere ao bem-estar animal”.

Mudança de cultura

Gracieli reforça a importância do apoio da alta direção da empresa na implementação destas normas. “Demanda muito treinamento e mudança de cultura. Então, se eu pudesse pontuar os desafios desta conquista, diria que fora os investimos de tempo das pessoas e também a criação de um hábito de olhar para nossas aves pensando especificamente no Bem-Estar”.

Fonte: A.I.

LEIA TAMBÉM:

Contínua valorização do milho afeta pecuaristas

Ourofino abre inscrições para programa de estágio

SP realiza Fórum sobre retirada da vacinação contra Febre Aftosa

Carne de qualidade tem selo Brasil: Websérie aborda superioridade da produção nacional

Apex e ABRA darão continuidade ao projeto Brazilian Renderers