in

Alltech indica soluções para melhorar qualidade de pescados

Neste cenário, alguns desafios precisam ser superados, como a perda de água no transporte

Oferecer pescados com qualidade nutricional e frescor está entre os principais objetivos dos produtores de peixes e camarões, sempre atentos em fornecer uma proteína competitiva dentro do mercado consumidor. Para isso, alguns desafios precisam ser superados ao longo do manejo, entre eles a perda de líquido, também conhecida como drip loss, que reduz o tempo de prateleira da proteína, e o gosto de barro – ocasionado pela substância geosmina, que é mais comum em períodos quentes e chuvosos. Superados esses gargalos, é possível obter uma proteína mais fresca e saborosa.

Como explica a doutora em aquicultura Carolina Farias, gerente de vendas para aquicultura da Alltech, essas exigências estão ligadas ao poder de compra do consumidor, que está buscando cada vez mais alimentos que tragam boa nutrição, sabor, além de hábitos de vida mais saudáveis. Junto a isso, também é crescente a preocupação com o bem-estar animal. “É preciso ter cuidados desde o manejo, passando pela nutrição até o processo de abate. Alguns processos podem auxiliar para aumentar o tempo de prateleira e reduzir o gotejamento”, ressalta.

Para a questão do gotejamento, a especialista recomenda o uso de um blend de soluções naturais na ração dos peixes, que auxilia na proteção das células e na modulação da fisiologia do animal que irá influenciar o produto final. Segundo um estudo feito pela Faculdade de Ciências Agrárias e Tecnológicas da Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”, em parceria com a Alltech, a inclusão desse blend na fase de terminação reduziu a perda de água do filé por descongelamento de 33% a 56%.

Para o entrave do gosto de barro, Carolina indica o uso de um adsorvente da geosmina na alimentação dos animais, um período antes do abate, o que impede que a toxina entre na corrente sanguínea do peixe e se deposite na gordura do filé que será processado. Essa tecnologia deve ser utilizada especialmente nas épocas mais chuvosas e quentes, período em que a substância é mais comum.

Outra forma de promover melhor qualidade da carne do peixe é por meio do enriquecimento de compostos focados no consumidor final, entre eles o selênio e o ômega 3 DHA. De acordo com a zootecnista, esses elementos proporcionam diversos benefícios para pessoas que buscam uma vida mais saudável, envolvendo desde ação anti-inflamatória, controle dos níveis de colesterol e glicemia e prevenção de doenças cardiovasculares e cerebrais.

Soluções naturais

Entre as soluções da Alltech indicadas por Carolina, relacionadas à qualidade da proteína, está o Aquate MQ, elaborado para aumentar o frescor e reduzir o gotejamento do filé, agindo como um antioxidante celular ao auxiliar na proteção das células do filé contra a ação do tempo, pressão e transporte. Para o entrave do gosto de barro, indica-se a solução nutricional Aquate Off Flavor. Já para o enriquecimento de selênio e de DHA são indicados o Sel-Plex e o Allpro, respectivamente.

Fonte: A.I adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Produção feminina de churrasco veio para ficar

Recadastramento de pescadores é iniciado

Ariel Mendes fala sobre participação no COSAG

Nucleovet completa 50 anos neste sábado

Brasil participa de rodada de negócios com foco no Reino Unido