in

2020 marcou crescimento de rebanho bovino nacional

Afirmativa é de pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Usada em 28-05-19 Usada em 16-07-19 Usada em 18-10-19

Ao analisar período de 2020, Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM), divulgada neste quarta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), constatou crescimento de rebanho. Ano somou 218,15 milhões de cabeças, 1,5% mais que em 2019 e maior patamar desde 2016 (218,19 milhões).

Como aponta o levantamento, Estado de Mato Grosso manteve a liderança no segmento, com 32,7 milhões de cabeças (aumento de 2,3% em relação a 2019), seguido por Goiás (23,6 milhões de cabeças). O Pará ultrapassou Minas Gerais e ficou com a terceira posição no ranking estadual, com 22,27 milhões.

Vale ressaltar que, período foi marcado pelo crescimento da demanda da China. Isso ocorreu pelo acometimento por Peste Suína Africana (PSA), que resultou em redução do plantel de porcos no país asiático e importações de proteínas em geral cresceram a fim de suprir a demanda interna.

Perante a localização dos rebanhos, pesquisa aponta que mais de um terço estava no Centro-Oeste (34,6% do total, ou 75,4 milhões de cabeças), no entanto, o maior incremento foi na região Norte – 5,5% (2,7 milhões de cabeças), para 52,4 milhões de cabeças

Fonte: Valor Econômico, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Medida suspende PIS e COFINS para Importação de Milho

SIILHalal visa potencializar oferta e variedade de produtos Halal

Embrapa trabalha em produção de bacon ovino

CARNE BOVINA

MAPA tenta reunião com governo chinês sobre carne bovina

FACTA realiza Simpósio Internacional de Coccidiose