Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Títulos Agropecuários seguem em ascensão no mês de maio

Os dados representam o desempenho dos financiamentos do setor
feedfood

Em maio, os títulos do agronegócio apresentaram um desempenho com crescimento significativo. Este cenário fortalece a confiança dos investidores no agronegócio brasileiro e representa oportunidades promissoras para o mercado financeiro no segundo semestre do ano.

O resultado atual dos principais instrumentos privados de financiamento do agronegócio, como as Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e as Cédulas de Produto Rural (CPR), foram apresentado no Boletim de Finanças Privadas do Agro, Já a última edição, está disponível no site do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA).

No mês, o estoque das LCA registrou um aumento de 15% na comparação com o mesmo período do ano passado, passando de R$409 bilhões para R$471 bilhões. No entanto, observou-se uma queda de 1% nos últimos cinco meses em relação aos estoques deste título.

No caso das CPR, o movimento ao longo dos últimos 12 meses reafirma a tendência histórica de crescimento tanto no volume quanto no valor de estoque desses títulos, desde que sua emissão passou a ser obrigatoriamente registrada em 2020. Em maio, o estoque de CPR alcançou R$340 bilhões, um crescimento de 37% em relação ao mesmo período de 2023.

Foto: reprodução
Em maio, os títulos do agronegócio apresentaram um desempenho com crescimento significativo (Foto: reprodução)

Em comparação com outros instrumentos, apesar de representar uma parte menor no financiamento privado do setor agrícola, os Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas do Agronegócio (Fiagro) continuam crescendo entre 2023 e 2024. Em maio deste ano, o patrimônio líquido desses fundos aumentou 147% em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de R$14,10 para R$34,77 bilhões.

Segundo a Secretaria de Política Agrícola (SPA/MAPA), a variação de -8% no patrimônio líquido dos Fiagro nos últimos cinco meses foi influenciada pela redução de um fundo que deixou de ser classificado como Fiagro. Portanto, a diminuição observada não reflete uma redução no patrimônio dos fundos existentes, mas sim uma mudança na categoria de um dos Fiagro.

Os Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) mantêm um crescimento significativo, com uma variação positiva de 31% nos últimos 12 meses, elevando o estoque de R$106 bilhões em maio de 2023 para R$140 bilhões em maio de 2024.

Já os Certificado de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCA) têm apresentado taxas de crescimento mais modestas, em torno de 11% em maio, se comparado a idêntico período de 2023, atingindo a marca de R$32 bilhões.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

Análise financeira: bovinocultura, camarão e avicultura de corte

Desoneração: do campo à mesa por Ariovaldo Zani

Descubra as melhores rotas para chegar ao OVUM 2024

Patrocinado
Patrocinado