in

Qualidade do leite está atrelada ao processo de nutrição animal

Entre as diversas vantagens da ação, imunidade mais ativa se destaca

Você tem preferência pelo leite produzido por um determinado produtor ou empresa? Percebe que o queijo ou algum produto lácteo tem qualidade superior quando comparado com outros produtos? O leite e seus derivados de qualidade não é fruto da sorte e sim resultado do trabalho que passa pela nutrição adequada dos bovinos de leite. “A qualidade do leite e, consequentemente, dos derivados lácteos estão ligados à boa nutrição da vaca, desde a questão sanitária até a composição nutricional dos produtos. As vacas bem nutridas têm um sistema imune mais ativo e competente, o que reflete na qualidade do leite. Uma dieta balanceada fornece nutrientes na quantidade e no equilíbrio correto”, explica o Gerente de Nutrição Ruminantes da Vaccinar, Fabiano Lopes Bueno.

A composição do leite é um bom parâmetro de que a nutrição está equilibrada. Afinal, animais que tenham dietas não equilibradas podem ter, por exemplo, queda na produção de gordura no leite, o que impacta na qualidade dos derivados produzidos.

Entre os erros mais comuns na nutrição das vacas, conforme o especialista da Vaccinar, está a falta de equilíbrio entre volumosos (silagem, pasto, feno e pré-secado) e concentrados (rações) nas dietas. O excesso de concentrado e baixa participação de fontes de volumosos pode ocasionar eventos de acidose ruminal nas vacas. E esse tipo de distúrbio ruminal causa quedas na produtividade e na composição do leite dos animais.

Lopes Bueno acrescenta que a atuação do nutricionista é preponderante para que as dietas sejam formuladas, preparadas e oferecidas para as vacas de forma correta. Para o especialista, os produtores devem sempre buscar orientações de empresas e profissionais referenciais no mercado para poder montar o plano nutricional que atenda às necessidades do plantel e garanta a produção de leite de alta qualidade. “Juntamente com a nutrição, o manejo geral dos animais, que inclui o conforto ambiental, a qualidade no manejo de ordenha e armazenamento do leite também tem grande impacto na qualidade do leite e, consequentemente, dos derivados lácteos produzidos”, conclui.

Fonte: A.I.

LEIA TAMBÉM:

ACCS tem sua primeira mulher presidente

Embrapa lança plataforma on-line com foco na aquicultura

Atenta ao mercado produtivo, Ceva apresenta Novamune

tilápia

IP-APTA visa incluir pescado na alimentação escolar paulista