in

IPVS 2022 será primeira edição híbrida do evento

De volta ao Brasil após 32 anos, essa será a primeira edição neste formato

O congresso da International Pig Veterinary Society (IPVS), será realizado entre os dias 21 e 24 de junho de 2022, no Riocentro, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). Retornando ao Brasil após 32 anos, essa será a primeira edição da história em formato híbrido. O tema dessa edição será “Novas perspectivas para a suinocultura: biosseguridade, produtividade e inovação”.

Com o novo formato, a organização, pontua que será possível alcançar um maior número de pessoas, dos mais diferentes locais do mundo, levando as últimas novidades da suinocultura mundial para um público mais abrangente. “A união dos formatos on-line e presencial permitirá alcançar mais pessoas, ampliando as possibilidades de interação e de divulgação da ciência. Graças à tecnologia, os participantes também da versão on-line poderão interagir com os palestrantes e as empresas parceiras”, salienta a médica-veterinária e presidente do Congresso, Fernanda Almeida.

Um formato, muitas possibilidades

Os eventos híbridos ampliam o alcance dos eventos presenciais, levando informação para mais pessoas em diferentes partes do mundo. Além da edição presencial no Rio de Janeiro, as palestras poderão ser acompanhadas por pessoas de qualquer lugar do mundo, que terão ainda a possibilidade de interagir com as empresas em um saguão virtual.

“A edição do IPVS2022 marcará história, pois será o primeiro evento híbrido, demonstrando a evolução do formato do evento, que se reinventou diante da pandemia da Covid-19, permitindo que os avanços científicos do setor possam ser acompanhados por um número maior de pessoas”, ressalta Fernanda.

A programação do IPVS2022 contará com palestras sobre temas nas áreas de sanidade, imunologia, reprodução, biosseguridade, bem-estar, nutrição, dentre outros. Uma das novidades desta edição será um pré-congresso sobre agronegócio no dia 21 de junho.

O IPVS2022 conta com o apoio das principais entidades da suinocultura brasileira, como: Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa Suínos e Aves, Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) e Associação Brasileira das Empresas de Genética de Suínos (ABEGS).

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

ACCS tem sua primeira mulher presidente

Embrapa lança plataforma on-line com foco na aquicultura

Seguro Rural amplia modalidades e coberturas

TN70 une eficiência alimentar e habilidade materna