in

Encontro pauta desempenho da bovinocultura

Iniciativa promovida pela Scot Consultoria ocorrerá até quinta-feira (19), em Ribeirão Preto, com visita em campo, na sexta-feira (20)

evento

  Wellington Torres, de Ribeirão Preto

  [email protected]

Atenta ao desenvolvimento da bovinocultura nacional, Scot Consultoria realiza uma nova edição do Encontro de Confinamento e Recriadores. Evento híbrido tem início hoje (17) e irá até quinta-feira (19), em Ribeirão Preto, com Dia de Campo em Barretos, na sexta-feira (20).

Para o zootecnista e Coordenador da Equipe de Inteligência de Mercado da empresa, Felipe Fabbri, ação é oportunidade reforçar a importância do setor, após forte volatilidade enfrentada no ano anterior.

evento 2 1
Empresa comemora retomada de encontro presencial em Ribeirão Preto.
(Foto: Portal feed&food)

“Temos que nos precaver. O produtor precisa estar um passo à frente de possíveis eventos que venham a ocorrer”, destaca Fabbri.

Para isso, o encontro abordará incrementos tecnológicos – não só no Brasil, mas ao redor do mundo – e desmistificará cenários da pecuária brasileira.

“O evento vem para unir o produtor a aquilo que se espera de novidades pela frente”, afirma o Coordenador, ao comemorar a retomada após dois anos de distanciamento social: “hoje, com foco em Recriadores, temos quase 500 inscritos, e para o resto da semana, ao juntar com a parte de Confinamento, teremos mais de mil participantes presentes”.

De olho no evento

O primeiro bloco, “A Recria e seus segredos”, contou com palestras apresentadas por Reinaldo Fernandes Cooke, da Texas A&M University (Um ótimo bezerro sempre será um ótimo garrote), Francisco Camacho, da LFPEC (Estratégias de compra de insumos e reposição), Adriane Lermen Zart, Personal PEC (Aclimatação na chegada do gado) e Sergio De Zen, da Conab (Por que o boi “China” sem a China?)

Segundo Zart, ao destacar a importância da aclimatação, “o manejo na recepção à fazenda é uma excelente oportunidade para diminuir o estresse, moldar o comportamento dos animais, melhorar a resposta às vacinas e iniciar o treinamento do gado para os manejadores”.

“Os animais recém-chegados exigem maior atenção, acostumando-os com nossa presença, levando em consideração o possado, tendo em vista que muitos podem ter passado por algum trauma. É preciso que se desenvolva confiança entre manejador e animal”, pontuou a profissional durante a apresentação.

O segundo bloco do dia, Rumo à alta lotação, na parte da tarde, contará com apresentações de Sergio Raposo de Medeiros, da Embrapa (Suplementação no ciclo das águas e da seca), José Leandro Olivi Peres, da JP Agropecuária (A importância do controle de plantas daninhas em pastagem), Sidnei Roberto de Marchi, da UFMT (A importância do controle de plantas daninhas em pastagem),Paulo Sérgio Pavinato, da ESALQ/USP (Correção e adubação de pastagens) e Leandro Barbero, da FAMEV/UFU (Manejo estratégico de recria em pastagens).

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

mais integridade

Estão abertas as inscrições para o Selo Mais Integridade

evento 2 2

Gestão Agropecuária + Intergado destaca força de integração