in

Abate bovino apresenta recuperação

Cenário está atrelado à aquecida demanda internacional pela carne bovina brasileira

Em decorrência da aquecida demanda internacional pela carne bovina brasileira, pecuaristas têm aumentado os investimentos no setor, o que potencializa a recuperação do abate, como analisa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), ESALQ – USP. Conteúdo foi divulgado nesta quinta-feira (26).

De acordo com o Cepea – ao somar o consequente e elevado patamar de preço do boi gordo –, “os abates já mostraram recuperação no primeiro trimestre de 2022”. Os dados preliminares do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que foram abatidos no Brasil 6,907 milhões de animais entre janeiro e março deste ano, 4,73% a mais que em 2021.

“De janeiro a março de 2021, o volume de animais abatidos no Brasil somou apenas 6,595 milhões de cabeças, a menor quantidade para um primeiro trimestre desde 2009”, destaca o Centro de Estudos, ainda com base nos números divulgados pelo IBGE.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

brasil argentina

Victor Campanelli define 2022 como ano de resiliência

unnamed 27

Conferência reforça visão sustentável do agro