Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
AVICULTURA

Conteúdo

Vendas externas seguirão impulsionando a carne de frango

Dados mostram que as exportações devem crescer em torno de 4% em 2024
feedfood
Foto: reprodução

As estimativas divulgadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) nesta sexta-feira (05), mostram que a produção de carne de frango deverá continuar crescendo e o bom ritmo das vendas externas é um fator decisivo para a continuação desse movimento em 2024.

Além da abertura de novos mercados parceiros já consolidados tendem a intensificar as compras, como é o caso da China, missões comerciais e campanhas de promoção de exportação e investimento do mercado de frango brasileiro vêm se intensificando e devem refletir nos resultados positivos.

Segundo dados preliminares do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA – sigla em inglês), as exportações da carne brasileira devem crescer em torno de 4% em 2024, ao passo que a média mundial não chegará a 3%.

FOTO: REPRODUÇÃO
Vendas externas seguirão impulsionando a carne de frango (FOTO: REPRODUÇÃO)

Atualmente, o Brasil é responsável por mais de um terço de toda carne de frango transacionada no mundo, e o percentual pode subir mais neste ano, sendo elevada competitividade dos preços da proteína nacional e impactos gerados pela Influenza Aviária em importantes players do mercado global de frango, fatores os quais influenciam este cenário.

No mercado interno, além do desempenho da economia brasileira, as perspectivas de crescimento do setor de avicultura estão condicionadas ao fato de o Brasil continuar sem registrar casos de Influenza Aviária em granjas comerciais, contudo, diferentes eventos globais podem alterar o contexto. 

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária

Patrocinado
Patrocinado