Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Uso de tecnologias na indústria alimentar é debatido no Innofood 2023

Evento realizado na Rússia contou com a presença de representantes do MAPA
feedfood
FOTO: MAPA

O evento Fórum Internacional de Tecnologias Inovadoras na Indústria Alimentar e na Agricultura (Innofood 2023), realizado nos dias 09 e 10 de outubro em Sochi, na Rússia, contou com a presença de representantes do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), com o objetivo apresentar projetos, produtos e tecnologias que contribuem para a resolução de problemas enfrentados pela indústria alimentar.

A secretária de Inovação, Desenvolvimento Sustentável, Irrigação e Cooperativismo (SDI) do MAPA, Renata Miranda, participou da sessão estratégica principal com o tema “Foodtech: Abordagens de alta tecnologia para enfrentar os desafios atuais da indústria alimentar”. Entre os principais assuntos do evento também esteve a tecnologia agrícola (Agritech).

Os especialistas ainda debateram as tendências com destaques globais e o reflexo na agenda russa, e apresentaram projetos inovadores que podem resultar em soluções para mudanças positivas a nível mundial.

Em reunião com o vice-primeiro ministro da Rússia, Denis Manturov, a secretária da SDI/MAPA, discutiu as novas tecnologias para o setor de fertilizantes e reforçou o compromisso na continuidade do comércio bilateral.

“O Brasil e a Rússia têm uma relação histórica de parceria no setor de fertilizantes. Estamos aqui buscando ampliar essa parceria, propondo novas oportunidades de cooperação para desenvolver produtos mais eficientes e sustentáveis, que posteriormente poderão ser compartilhados com outros países”, afirmou Renata.

Durante o encontro ainda foram apresentadas as políticas do MAPA para desenvolvimento de bioinsumos e recuperação de pastagens degradadas que vêm sendo implementadas com sucesso no País.

O vice-primeiro ministro relatou que a Rússia está aberta para cooperar com o Brasil no setor de fertilizantes. “Estamos prontos a trabalhar conjuntamente para desenvolver novos produtos especializados para cada tipo de solo brasileiro”, destacou Manturov.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária

Patrocinado
Patrocinado