Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
EVENTOS

Conteúdo

Prêmio Mulheres Positivas do Agronegócio realiza primeira edição

“O agro brasileiro desempenha um papel fundamental para a economia, com um futuro promissor, e as mulheres são peças-chave nesse cenário”, afirma Fabiana Saad
feedfood

Patrícia Bragante, da redação

patricia@ciasullieditores.com.br

Com o objetivo principal de fortalecer a imagem e o reconhecimento das profissionais atuantes no mercado do agronegócio, a fundadora do movimento Mulheres Positivas, Fabiana Saad, idealizou o 1º Prêmio Mulheres Positivas do Agronegócio, o qual está previsto para ocorrer no mês de junho, em 2024.

“O agro brasileiro desempenha um papel fundamental para a economia, com um futuro promissor, e as mulheres são peças-chave nesse cenário. As lideranças femininas têm apresentado características positivas, como empatia, consciência ambiental, valorização de recursos humanos e habilidades de comunicação”, enaltece a fundadora do movimento.

Com o apoio da Associação de Marketing Rural e Agro (ABMRA), entidade que atua na divulgação da imagem e posicionamento do agro há quase 45 anos, a premiação possui como grande diferencial a decisão 100% popular, visando aproximar a comunidade das mulheres no setor.

“Outro diferencial da premiação é o selo Mulheres Positivas, um movimento com presença global e ações espalhadas por países além do Brasil, como Colômbia, México, Estados Unidos e Itália”, frisa Fabi, como ficou conhecida nas redes sociais.

Foto: reprodução
Movimento Mulheres Positivas (Foto: reprodução)

A seleção das empreendedoras será realizada por meio de indicação e voto popular. Os usuários da plataforma deverão sugerir nomes para as categorias presentes na premiação, de acordo com a atuação de cada uma das participantes do prêmio.

As três concorrentes mais indicadas na etapa anterior serão selecionadas e irão para a votação popular. No final, ao todo, serão dez vencedoras, uma por categoria: pecuária, piscicultura, hortaliças, equinos, óleos medicinais, apicultura e frutas.

Segundo Fabi, as vencedoras terão a oportunidade de participar de um jantar com um palestrante referência do agronegócio no Brasil e receber uma gratificação com importância correspondente ao setor.

“Essa iniciativa é importante para destacar as realizações e contribuições das mulheres no setor agropecuário, para promover a igualdade de gênero e fornecer um espaço para que elas compartilhem suas vivências, experiências e ideias”, finaliza a fundadora do movimento.

Foto: reprodução
Movimento Mulheres Positivas (Foto: reprodução)