Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
SUINOCULTURA

Conteúdo

Preço competitivo dos suínos aumenta consumo dos brasileiros

A proteína foi a segunda mais votada, ficando atrás somente das aves como preferência nas festas de final de ano
feedfood
Foto: reprodução

O ano de 2023, mesmo sendo desafiador para os criadores de suínos equilibrarem as contas, com o preço pago ao produtor se mantendo baixo, o preço estável para o consumidor levou a escolha da proteína na hora das compras para as festas de fim de ano.

“Saltamos de uma média de consumo anual per capita de 13,7 quilos em 2010, para 18 quilos em 2023”, destacou o presidente do Sindicato das Indústrias de Carne de Santa Catarina (Sindicarne–SC), Jorge Luiz de Lima, sobre a tendência de crescimento que vem sendo observada por pesquisadores na última década.

As carnes suínas, tradicionalmente consumidas em maioria nas festas de fim de ano, são benéficas aos consumidores, levando em consideração os preços praticados pelos mercados no cenário atual.

FOTO: REPRODUÇÃO
A proteína foi a segunda mais votada (FOTO: REPRODUÇÃO)

Segundo os dados do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV Ibre), o pernil suíno está 1,40% mais barato quando comparado ao período do último ano, até o mês de novembro. Já no valor do lombo suíno houve leve variação positiva de 0,06%.

Os preços colaboraram para com o consumidor que não descarta a presença do produto na mesa durante as festas de final de ano, conforme informou a pesquisa divulgada pela empresa de benefícios, vale alimentação (VR), a qual 46,4% dos participantes responderam que os cortes suínos não podem faltar nas refeições de Natal e de Ano Novo.

Na pesquisa, a proteína suína foi a segunda mais votada, ficando atrás somente das aves com 70,3%. Em terceiro lugar foram mencionadas as carnes bovinas com 25,2%.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária

Patrocinado
Patrocinado