Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
BOVINOCULTURA

Conteúdo

Exportação de carne Angus registra crescimento de 68%

As vendas externas passaram de 1,8 mil toneladas em 2022 para 2,8 mil toneladas comercializadas em 2023
feedfood

Em 2023, ano marcado por diversos recordes, as exportações brasileiras de carne Angus certificada atingiram um volume inédito, representando 68% de crescimento em relação ao ano anterior, de 1,8 mil toneladas em 2022 para 2,8 mil toneladas comercializadas no último ano. Entre os cortes enviados para o exterior, além do entrecot, contra-filé e filé mignon, estão os cortes do dianteiro.

“Tivemos dois destaques no último ano: o fortalecimento expressivo das exportações para o Oriente Médio, fruto de um trabalho realizado pela Associação Brasileira de Angus, e a retomada das vendas para os Estados Unidos”, frisou a gerente nacional da carne Angus, Ana Menezes, e concluiu: “A relação com o mercado norte-americano tem potencial muito grande para o Angus, que é o do produto industrializado”.

A China segue como o principal consumidor dos cortes Angus, com 43% na participação no volume enviado para o exterior, em 1,2 mil toneladas. Seguida do Oriente Médio, Arabia Saudita e Emirados Árabes, que correspondem por 21,5% das compras. Já os Estados Unidos, responde por 13% das importações. Além da abertura de novos mercados, como Espanha e República Democrática do Congo, conforme informou a Associação.

No último ano, o desempenho Angus também finalizou em alta. Nos abates houve crescimento de 8,9%, representados por mais de 502 mil cabeças abatidas, com acréscimo de 15% no volume de produção, para 41 mil toneladas de carne. Os líderes para volume de abate foram: Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso e Goiás, respectivamente.

Foto: reprodução
Exportação de carne Angus registra crescimento de 68% (Foto: reprodução)

Fonte: A.I, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

Agenda ESG em movimento

Confiança, transparência e credibilidade

Pensando além do lucro

Patrocinado
Patrocinado