Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
AVICULTURA

Conteúdo

Evonik debate uso de probióticos como inovação na avicultura

“O primeiro passo é entender que a oferta de probióticos não é igual”, frisou Anita Menconi
feedfood

A Evonik, buscando revolucionar o uso de probióticos para otimizar a saúde intestinal, o desempenho e a rentabilidade na avicultura, está explorando estratégias inovadoras para promover o crescimento de bactérias benéficas no trato gastrointestinal das aves.

Conforme defende a médica-veterinária e diretora de Negócios da Linha de Especialidades de Monogástricos da Evonik nas Américas, Anita Menconi, o desafio na escolha do probiótico está no fato de ele pertencer a um campo muito vasto e com resultados muito variáveis.

Para Anita Menconi, o desafio na escolha do probiótico está no fato de ele pertencer a um campo muito vasto e com resultados muito variáveis (Foto: divulgação)

“Apesar de ser um produto usado largamente nesta atividade, a inclusão do probiótico deve considerar o processo de fabricação da ração, como a peletização, por exemplo, além de considerar se esta cepa vai chegar íntegra no intestino dos animais e o potencial genético dessa cepa frente aos objetivos da produção”, explicou Anita .

Os probióticos têm sido usados há anos como uma ferramenta essencial na avicultura, sendo estrategicamente empregados para preservar a saúde intestinal. O cuidado é crucial para assegurar o desenvolvimento das aves, impulsionar a eficiência produtiva no campo e, consequentemente, aprimorar a rentabilidade de um setor que opera em condições de margens estreitas.

Ainda de acordo com a médica-veterinária, doutora em saúde intestinal, mesmo que nós possamos ver a mesma espécie, os probióticos são diferentes porque a capacidade de uma cepa é diferente da outra. Elas têm características genéticas que precisam ser avaliadas, por isso o primeiro passo é entender que a oferta de probióticos não é igual.

“Estamos falando de uma ferramenta importante para promover uma melhor saúde intestinal dos animais e sua consequente melhora no desempenho, mas se não forem utilizados da maneira correta, não vai haver resultado. Existe uma série de casos de resultados inconsistentes no uso de probióticos porque eles foram usados de maneira incorreta. Ainda hoje há bastante equívoco na sua utilização”, avaliou Anita.

Fonte: Evonik, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

Conheça os vencedores do último Oscar do Agronegócio

Butão abre mercado para carne suína brasileira

Carne suína e de frango ganham impulso nas exportações em abril

Patrocinado
Patrocinado