Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
AVICULTURA

Conteúdo

Crescem 74,6% os embarques de genética avícola em 2023

No mês de outubro a alta chegou a 33,7% com 20,567 milhões de dólares
feedfood
FOTO: REPRODUÇÃO

A Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), informou nesta terça-feira (21), que as exportações de material genético avícola (ovos embrionados e pintos de 01 dia) totalizaram 2,448 mil toneladas em outubro de 2023.

O número alcançado superou em 67,2% o total exportado no mesmo período do ano passado, com 1,464 mil toneladas. Na receita, a alta chegou a 33,7%, com 20,567 milhões de dólares neste ano, contra US$15,384 milhões em 2022.

Já considerando o período entre janeiro e outubro, as exportações de material genético avícola somaram 21,572 mil toneladas, 74,6% a mais que o registrado no mesmo período do ano anterior, com 12,358 mil toneladas.

FOTO: REPRODUÇÃO
Exportações de material genético avícola totalizaram 2,448 mil toneladas em outubro de 2023 (FOTO: REPRODUÇÃO)

Em receita, a alta dos dez primeiros meses do ano foi de 43,8%, com 200,567 milhões de dólares em 2023, contra US$139,474 milhões registrados em 2022.

Entre os principais destinos das exportações no mês de outubro, o México segue na liderança, com 615 toneladas importadas. O número, no entanto, é 31,6% menor que o verificado no ano passado. Contudo, Senegal ampliou as importações em 281,2%, com 568 toneladas no mês.

Para o presidente da ABPA, Ricardo Santin, “um dos destaques é a África do Sul, país que tem buscado superar os efeitos de focos de Influenza Aviária em sua produção, e que neste mês retomou suas importações de genética avícola do Brasil, com o total de 465 toneladas em outubro, assumindo o terceiro posto”.

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária

Patrocinado
Patrocinado