in

Agroceres PIC debate suinocultura em evento

Palestra teve foco nas oportunidades e desafios do mercado atual

Palestra teve foco nas oportunidades e desafios do mercado atual

A suinocultura mundial vive um momento atípico. A combinação de diferentes e raras variáveis vem impactando a cadeia produtiva em todo mundo, inclusive no Brasil. Por um lado, o surto de Peste Suína Africana, que castiga a Ásia, sobretudo a China, maior produtor e consumidor de carne suína, abalou fortemente a relação de oferta e demanda do produto no mercado global. Por outro, a guerra comercial entre Estados Unidos e China já traz, e deve intensificar, desdobramentos negativos para o comércio internacional, principalmente na área de commodities agrícolas.

Todo esse cenário foi abordado na apresentação que Fernando Pereira, membro do Conselho Administrativo da Agroceres e Diretor de Negócios da Atta-Kill, fez no XX Seminário de Desenvolvimento e Tecnologia para Suinocultura Moderna,realizado no dia 09 de julho, em Patos de Minas (MG). Na oportunidade, o executivo explicou que tipo de implicações a atual conjuntura econômica e do mercado suinícola global pode trazer para a suinocultura brasileira. “A suinocultura mundial vive um momento que chamaria de único. Estão acontecendo fatos muito raros, que conjugados, têm, e terão, impactos tanto na produção e demanda do setor, quanto em seus custos. É sobre isso que pretendo falar, enfocando as oportunidades e desafios para a produção brasileira de suínos”, relata.

Em sua apresentação, Fernando falou também sobre alguns aspectos de interesse do setor, com destaque para o mercado de grãos, especialmente a atual situação da safra de grãos dos Estados Unidos, o câmbio e o quadro econômico interno.

Realizado pela Associação dos Suinocultores do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba (ASTAP), o Seminário tem como objetivo principal levar informações atualizadas e novos conhecimentos aos profissionais do setor. A Agroceres PIC é uma das apoiadoras do evento.   

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.

Biosen reforça importância do cooperativismo

Oficina Vetanco debate problemas respiratórios