in

Agroceres PIC aborda variabilidade de peso no Simis

Empresa reforça importância da genética para os avanços da suinocultura

Empresa reforça importância da genética para os avanços da suinocultura

O peso do leitão ao nascer exerce influência decisiva sobre o desenvolvimento zootécnico dos animais ao longo de toda a sua vida produtiva, além de ter impacto sobre as características de carcaça e rendimentos de cortes. Quanto mais pesado for o leitão ao nascimento, maior as chances de expressar seu máximo potencial de crescimento nas fases subsequentes de sua produção e de aproveitamento na indústria.  

A genética exerce um papel preponderante para o aumento do peso individual dos leitões ao nascer. Ao mesmo tempo, a variabilidade dos pesos vivos nas diferentes fases de produção ocorre, em grande parte, por conta do fenótipo do neonato. Observar a relação entre essas duas variáveis é essencial para definir estratégias nutricionais e de arraçoamento que potencializem o desempenho dos suínos ao longo de seu ciclo produtivo.

Esse é justamente o eixo central da apresentação de Gustavo F. R. Lima, Supervisor de Serviços Técnicos e Validação de Produtos da Agroceres PIC, no VII Simpósio Mineiro de Suinocultura (SIMIS), que acontece entre os dias 16 e 18 de julho, em Lavras (MG)

A partir do tema “Variabilidade de pesos: peso ao nascer, ganho compensatório, curvas de crescimento e gestão do peso ao abate”, Gustavo vai traçar uma relação entre os diferentes pesos dos animais nas distintas fases de produção – creche, recria e terminação -, e sua influência sobre as características de carcaça e rendimento de cortes, de acordo com os diferentes genótipos da Agroceres PIC. “O objetivo é demostrar, a partir dessa relação, como se pode gerenciar a variabilidade dos pesos dos animais ao longo do ciclo produtivo”, adianta. “Tudo sob o ponto de vista do manejo e da genética”. 

O Simpósio Mineiro de Suinocultura (Simis é promovido pelo Núcleo de Estudos em Suinocultura (Nesui). Além do simpósio, será realizada de forma simultânea, a IV Conferência Internacional de Suinocultura, cuja programação contará com conceituados palestrantes do Brasil e do mundo. O SIMIS é considerado um dos principais eventos de nutrição de suínos no País e tem como objetivo aproximar pesquisadores, técnicos, produtores e estudantes, com o intuito de estimular o desenvolvimento da cadeia suinícola, particularmente as demandas e soluções atuais na nutrição.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.

Novus aborda sistemas livres de promotores

BI enfatiza a importância dos parceiros inovadores