Patrocinado
BOVINOCULTURA

Conteúdo

Vetoquinol destaca bem-estar animal por meio de treinamentos

Encontro contou com aproximadamente 30 colaboradores de diferentes regiões do Brasil
feedfood

Para celebrar os 90 anos de fundação, a Vetoquinol reforçou o compromisso com o bem-estar animal por meio de treinamentos especializados direcionados aos colaboradores para conscientização e disseminação das boas práticas voltadas ao gado de corte e leiteiro.

A iniciativa, que contou com a participação de aproximadamente 30 colaboradores da empresa reconhecida no setor de saúde animal, foi realizada nas cidades paulistas de Itatiba e Morungaba durante o mês de fevereiro.

Segundo o gerente de Marketing e Serviços Técnicos da Vetoquinol, Antônio Coutinho, a iniciativa visa orientar a equipe quanto à priorização do bem-estar animal para agregar qualidade de vida aos animais e incremento na produtividade (+@/ha/ano). “O balanceamento entre o teórico e o prático foi essencial para a captação das informações valiosas compartilhadas”, afirmou Antônio.

Entre os temas do cronograma do treinamento relacionados ao bem-estar, estavam o manejo racional, as formas de condução dos bovinos e a apresentação das melhores práticas para embarque e transporte.

Foto: reprodução
Treinamentos foram voltadas ao bem-estar animal do gado de corte e leiteiro (Foto: reprodução)

Durante as manhãs foram apresentadas as teorias no Lazúli Hotel, em Itatiba (SP). Já no período da tarde as práticas foram aplicadas na Fazenda Santa Adelaide, em Morungaba (SP).

O gerente ainda explicou que também houve teoria sobre o padrão comportamental dos animais, capacidade sensorial, comportamento social e seus temperamentos. “Foram abordados, de forma prática, temas relacionados às fazendas, como a importância da identificação de pontos críticos no curral”, destacou Antônio.

Além do momento de identificação e de vacinação, o treinamento pontuou a diferença dos manejos para animais recém-nascidos, em desmama, no pré-abate, no confinamento.

“Cada etapa faz com que sejam utilizadas diferentes estratégias para obter sucesso e evitar o estresse dos animais e até lesões, que podem prejudicar o relacionamento com os animais e a lucratividade das fazendas”, finalizou o dirigente.

Fonte: Vetoquinol, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

Para Asbram, 2024 é ano de estabilização

Exportações brasileiras começam o ano com recorde

Uso de lipídeos em dietas de vacas leiteiras será tema de debate