in

Vendas externas de carne suína seguem aquecidas

Mesmo com leve queda, envios continuam em patamares elevados, como destaca o Cepea

Em avanço contínuo, mercado suinícola brasileiro apresentou leve queda nas vendas externas, no entanto, cenário ainda é envolto em um patamar elevado de envios, como destaca o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP.

Como explica o Cepea, o volume embarcado, em julho, ainda seguiu como um dos maiores da série histórica da Secex, somando 92,8 mil toneladas, 5% menor que o de junho, mas 2,9% acima do registrado em jul/20.  “Trata-se, também, do terceiro maior volume exportado em 2021, atrás somente do de março (96,8 mil toneladas) e do recorde de junho (97,8 mil toneladas)”.

Para os colaboradores do Centro de Estudos, os embarques em bom desempenho ajudaram a aquecer a liquidez no mercado doméstico, principalmente do animal vivo, para o qual a firme demanda da indústria manteve os preços em leve tendência de alta na maioria das regiões acompanhadas. “Já no mercado da carne, a baixa procura na última semana de julho e o leve recuo no preço da carne bovina pressionaram as cotações dos cortes suínos”, destaca o Cepea.

 Neste cenário, há expectativas de que a tendência de queda nos valores seja interrompida nesta semana, fundamentados no possível aquecimento das vendas neste início de mês e também na proximidade do Dia dos Pais.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

CONFIRA:

Tecnologia e gestão são caminhos para estar entre os melhores da suinocultura

Feed&Food te dá 10% de desconto para participar do 13º SBSS

Quer garantir 10% de desconto na compra do seu ingresso para o SBSS? Adicione a sua compra o cupom FEEDFOOD10 (desconto é válido para uma compra por CPF). Acesse e adquira: https://nucleovet.com.br/

Biogénesis Bagó se une ao projeto “Juntos pelo Agro”

CARNE

Mercado bovino bate recordes de preço e receita em julho