in

Vaxxinova confirma presença na 45° Expointer

Evento acontecerá no Rio Grande do Sul entre os dias 27 de agosto e 4 de setembro

REPRODUÇÃO

Ao firmar o posicionamento da marca em animais de produção, Vaxxinova confirma presença na 45° Expointer. Evento acontecerá no Rio Grande do Sul entre os dias 27 de agosto e 4 de setembro, no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, na cidade de Esteio.

De acordo com o gerente de Marketing Pecuária da companhia, Leydson Martins, a Expointer tem alta relevância no segmento de Saúde Animal. “A feira vem acompanhada de muita expectativa relacionada a lançamentos de produtos destinados à sanidade de bovinos. É uma época muito interessante, pois já caminhamos para o fim do inverno e início das épocas de chuvas na maioria das regiões brasileiras. Então é um excelente motivo de negócios para muitas revendas agropecuárias”, afirma o profissional.

Durante o evento, temas como clostridioses, controle de carrapatos e vermes, e manejo sanitário serão trabalhados no estande da empresa. “Apresentaremos nosso posicionamento como marca focada em animais de produção: bovinos, aves, suínos e peixes. Abordaremos um lançamento, que deve chegar ao mercado em setembro, e produtos tradicionais para o mercado como Resguard THB, All Atack e a linha Máximo”, ressalta Martins.

Vale ressaltar que o espaço da Vaxxinova ficará localizado na alameda principal da exposição, junto ao Pavilhão de Gado de Corte e à casa da Associação Brasileira de Criadores de Santa Gertrudis.

 “Por dois anos estivemos ausentes devido a pandemia, estamos retornando ao evento mais renovados, mais sólidos e felizes por termos passado por tudo isso e saído mais fortalecidos em nossas parcerias comerciais, apesar de toda adversidade. Acredito que teremos excelentes reencontros”, comemora o gerente de Marketing.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

SBSS: meningite estreptocócica será tema de palestra

Produção de tilápia deve tirar proveito do biomonitoramento