in

Valor do milho recua 5,47% na última semana

Segundo Cepea “a desvalorização vem especialmente do enfraquecimento da demanda”

milho-safra
reprodução

O preço do milho vem há algum tempo oscilando em diversas praças acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Desta vez, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa mostra que a região de Campinas (SP) voltou a operar abaixo dos R$100/saca de 60 kg, depois de atingir R$103,90/sc no último dia 14 – valor máxima nominal da série histórica.

Segundo pesquisadores do Cepea, entre os dias 18 e 25 de março, o Indicador recuou 5,47%, fechando a R$96,98/sc na sexta-feira, 25. A desvalorização “vem especialmente do enfraquecimento da demanda.

Além disso, a baixa procura fez com que alguns produtores ficassem mais flexíveis durante a negociação, seja porque pretendem aproveitar os atuais patamares mais elevados, ou “por necessidade de fazer ‘caixa’ para quitar dívidas de custeio deste mês”.

Ainda segundo o Centro de Estudos, “outros produtores, ainda, precisam comercializar lotes da safra verão, que começa a ganhar ritmo no Sudeste brasileiro”.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

Preço do boi gordo segue acima dos da carne em SP

Entenda os prejuízos causados pela Doença Respiratória Bovina

Avicultura de postura nacional deve ampliar exportação

YES

YesSinergy oferta linha de minerais para aves de postura

unnamed 21

Evonik potencializa centro global de produção de metionina