Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
BOVINOCULTURA

Conteúdo

Uso de sombra artificial beneficia produção bovina

feedfood
Foto: reprodução

Procurar por novas práticas que beneficiem o bem-estar animal e o bolso do produtor é de suma importância ao mercado atual. Com isso em mente, pesquisas de diferentes centros da Embrapa têm comprovado que o uso de sombra artificial em confinamento reduz o consumo de água por rebanho.

O experimento, realizado em São Carlos (SP), na Embrapa Pecuária Sudeste, avaliou o impacto do efeito do sombreamento artificial sobre as características fisiológicas, comportamentais e de desempenho de nelores. Como resultado, os animais que tiveram acesso à sombra consumiram diariamente, em média, três litros de água a menos que o gado que estava a pleno sol. Outro dado importante da pesquisa foi a produtividade hídrica – 10,37% maior para os nelores que estavam nos ambientes com sombra.

A iniciativa ficou a cargo do especialista em manejo hídrico e pesquisador da Embrapa Julio Palhares, e da Zootecnista Taisla Novelli, doutoranda da Universidade de São Paulo (USP), que analisaram os impactos da cobertura artificial em confinamento para o gado Nelore, considerada uma raça rústica, que tolera altas temperaturas.

Para o pesquisador, o sombreamento promovido pela integração com árvores já é conhecido e utilizado por boa parte dos pecuaristas, o que tende a se tornar cada vez mais comum é a técnica de sombra artificial em confinamento. Nos experimentos, a estrutura utilizada foi uma tela com 80% de bloqueio da luz solar. Mas são vários os tipos de coberturas que podem ser usadas pelos produtores, de acordo com suas condições e necessidades.

Ainda segundo ele, deve ser estimulada a implementação de tecnologias que ajudam a reduzir o impacto das mudanças climáticas e dar mais conforto aos animais e, ainda, melhorar a produtividade hídrica.

Para saber mais, acesse o site oficial da Embrapa. Clique aqui.

Fonte: Embrapa, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Suinocultura deve encerrar ano com bons números

Avicultura se mostra robusta em produção, exportação e consumo

FAESP comemora fim de embargo chinês à carne bovina

Patrocinado
Patrocinado