Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

USDA Brasil estima queda na exportação de soja

USDA Brasil estima queda na exportação de soja. Casos de PSA na China podem levar a baixas em 2019/20
feedfood
Casos de PSA na China podem levar a baixas em 2019/20

Contrariando as previsões da entidade norte-americana, o escritório do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) no Brasil estima que as exportações brasileiras de soja terão queda de 2,8 milhões de toneladas entre 2019/20, frente ao previsto pelo órgão para a temporada.

De acordo com o escritório nacional, a motivação para essa queda seria a redução de compra da China, devido ao surto de Peste Suína Africana (PSA) no país asiático, que tem dizimado o plantel de suínos e diminuído sua demanda pelo insumo. Além disso, o órgão cita a recomposição de estoques globais de soja como fator inibidor as vendas brasileiras.

“Há espaço para revisão na previsão enquanto se aguarda o resultado das negociações comerciais EUA-China”, destaca o relatório divulgado pelo USDA Brasil. O documento também afirma que os produtores brasileiros estão preocupados com a Lei Kandir, que isenta mercadorias destinadas à exportação de pagamentos do ICMS. Medida que pode ser revista por pressão dos Estados, que buscam elevar suas receitas.

No último relatório divulgado nos EUA, o USDA projetou que os brasileiros plantarão 36,9 milhões. Para a colheita, a previsão do escritório é de 123,5 milhões de toneladas, 500 mil toneladas a do que a projeção do último relatório de oferta e demanda do órgão americano.

Fonte: Valor Econômico, adaptado pela equipe feed&food.