Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Topigs Norsvin investe em P&D e promove melhoria genética

feedfood

Dentro do progresso de melhoramento genético contínuo da Topigs Norsvin, podemos citar algumas características chave que já vem sendo trabalhadas há muito tempo como a eficiência alimentar, prolificidade, habilidade materna e o aumento da longevidade das fêmeas. Porém, com o passar do tempo novas características tem ganhado maior destaque, como maior promoção do bem-estar animal, robustez, sobrevivência dos animais em todas as fases produtivas, redução dos impactos ambientais da atividade, dentre outras, tornando o trabalho de uma empresa de genética cada vez mais desafiador e reforçando a necessidade de um programa de Pesquisa & Desenvolvimento robusto e bem estruturado. Quando se fala em Pesquisa & Desenvolvimento, é preciso alinhar tecnologia de ponta, estrutura técnica, informações de mercado e altos investimentos com capital humano e financeiro para se manter ajustada às demandas atuais e futuras da suinocultura. 
 
O Diretor Técnico da Topigs Norsvin, Marcos Lopes, explica que para promover um melhoramento genético sustentável para todas essas características, a empresa trabalha com um robusto programa de P&D que conta com 5 plataformas: 1) genética, 2) reprodução, 3) qualidade de carne e carcaça, 4) robustez e bem-estar animal e 5) nutrição e eficiência alimentar. “Nestas plataformas é utilizado tudo que há de mais moderno em genética suína no mundo para a obtenção de resultados cada vez melhores e mais rápidos. Com isso, promovemos um melhoramento genético balanceado no qual o animal é melhorado com um todo e não somente para uma característica específica”, aponta. 
 
Além disso, segundo ele, o time de P&D internacional da empresa conta com pesquisadores locados nos países-chave para a empresa, como o Brasil, para garantir uma ligação muito próxima com as necessidades de cada um desses mercados e para uma rápida disseminação das inovações tecnológicas da empresa. 

Ele cita como exemplo a nova central de avaliação de reprodutores da Topigs Norsvin no Brasil, na qual especialistas avaliam o máximo possível de características fenotípicas individuais, como ganho de peso, conversão alimentar, espessura de toucinho e profundidade de lombo. “Somente estas características já nos dariam uma visão sobre o potencial das linhagens. Mas é preciso ir além e avaliar também características relacionadas a qualidade de carne no frigorífico para que nossos produtos estejam alinhados às demandas do mercado”, destaca. 

Uma das plataformas de pesquisa e desenvolvimento da Topigs Norsvin é dedicada exclusivamente à qualidade de carne e carcaça. “Com isso, contamos com um robusto protocolo de avaliação destas características, como dissecação de carcaças inteiras além do uso da tomografia computadorizada para uma avaliação precisa e minuciosa das linhagens Topigs Norsvin”, destaca. “Com a tomografia computadorizada conseguimos avaliar os machos que são candidatos à seleção em si e não seus parentes como é feito com a dissecação de carcaça, já que os animais avaliados precisam ser abatidos”, detalha. 
 
Além disso, Marcos Lopes conta que a Topigs Norsvin possui um protocolo contínuo de avaliação de coloração e marmoreio de animais de terminação abatidos em diferentes países. “Nosso objetivo é garantir que estamos entregando aos consumidores de fato um produto de qualidade com sabor e maciez inigualáveis, principalmente com a nossa raça Duroc (TN Duroc), o ‘Angus’ da suinocultura”, finaliza. 

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Feed&Food. 

LEIA TAMBÉM:

Ministro Marcos Montes reforça o poder do agro brasileiro

Empresa brasileira é premiada no ESG Reporting Awards

Em 2023, Pork Nutrition realizará expedição internacional

Patrocinado
Patrocinado