in

TN70 une eficiência alimentar e habilidade materna

Matriz combina a excelência do Norsvin Landrace com a excepcional habilidade materna da linha Z

A fêmea TN70 é reconhecida como a melhor matriz do mundo e esse título é adequado. Os resultados obtidos por ela nas granjas dos clientes Topigs Norsvin, líder mundial em pesquisa e desenvolvimento de genética suína, falam por si. A TN70 é o resultado da combinação genética que agrega a excelente eficiência alimentar do Norsvin Landrace com a excepcional habilidade materna da linha Z, além da alta prolificidade de ambas as linhas puras que são cruzadas para dar origem à matriz.

Entre as principais características da TN70 é possível citar alguns aspectos principais como eficiência alimentar, habilidade materna e prolificidade. “As qualidades dessa matriz não param por aí. Além de produzir um alto número de leitões, ela apresenta um grande número de tetos e alta produção de leite, fazendo com que seja capaz de desmamar mais leitões sem a necessidade do uso de mães de leite e de manejo de leitegadas”, afirma o diretor Técnico da Topigs Norsvin do Brasil, Marcos Lopes.

A TN70 é capaz de parir e desmamar um grande número de leitões, destaque não apenas para a quantidade desses animais, mas, principalmente, para a qualidade. A matriz Topigs Norsvin produz e desmama um grande número de leitões mais pesados, mais uniformes e mais eficientes, além de apresentar um forte aspecto de robustez. O trabalho de melhoramento genético da Topigs Norsvin agrega em sua progênie uma maior resistência natural a enfermidades, apresentando uma baixa taxa de mortalidade mesmo em ambientes de maior desafio sanitário.

Altos números comprovados e um espaço consolidado no mercado brasileiro

No ano de 2020, as melhores granjas que utilizam a TN70 obtiveram um número de desmamados/fêmea/ano (DFA) superiores a 38. “Por isso, sempre falamos nos 38+, que vão muito além de simplesmente serem mais de 38 DFA, são 38 + pesados, + uniformes e + eficientes. E os resultados preliminares de 2021 são ainda mais surpreendentes”, enumera Lopes.

“A TN70 se destaca por ser uma fêmea com excelente eficiência alimentar, alta habilidade materna e alta prolificidade, resultando em uma combinação única no mercado. O Brasil conta com outras linhagens de alta prolificidade, mas no aspecto de eficiência alimentar e habilidade materna, a TN70 vai sempre se destacar”, afirma o diretor e completa que produzir um alto número de leitões, que serão desmamados mais pesados e mais uniformes pela sua própria mãe biológica, sem a necessidade de mães de leite e transferência de leitões, também é um ponto de destaque da TN70.

E toda a qualidade genética da TN70 tem sido traduzida em resultados nas granjas dos clientes Topigs Norsvin. “Se tivermos que definir a TN70 em uma palavra ela seria: eficiência; tanto reprodutiva quanto produtiva. Com todos os avanços genéticos que temos atingido com a TN70, e também com as linhagens de machos terminadores, conseguimos contribuir enormemente para a eficiência da granja como um todo”, salienta o diretor.

A melhor matriz do mundo

A TN70 contribui para a eficiência da granja com alta prolificidade, baixas taxas de mortalidade em todas as fases de produção e alta eficiência alimentar das matrizes e dos terminados. A Topigs Norsvin e suas linhagens são reconhecidas pela melhor eficiência alimentar total, que avalia a quantidade de carne produzida pela granja em relação à quantidade de insumos totais. Isso se realça pelo baixo consumo de ração da fêmea por quilograma de leitão desmamado.

“O desempenho reprodutivo é sem dúvida outro marco importante da TN70, porém não é o único. A eficiência alimentar que a TN70 imprime em sua progênie também é uma marca muito importante e altamente apreciada e reconhecida pelos suinocultores do Brasil, e dos outros mais de 55 países onde a Topigs Norsvin atua”, finaliza Marcos Lopes.

Fonte: A.I.

LEIA TAMBÉM:

ACCS tem sua primeira mulher presidente

Embrapa lança plataforma on-line com foco na aquicultura

IPVS 2022 será primeira edição híbrida do evento

carne de frango

Shelf life de três meses é suspenso pela Arábia Saudita