in

Sustentabilidade é foco de relatório divulgado pela Alltech

Documento detalha práticas e pauta objetivos de desenvolvimento sustentável

unnamed 14
REPRODUÇÃO

A Alltech acaba de lançar seu Relatório de Sustentabilidade 2020. O documento reflete as metas e princípios do Pacto Global das Nações Unidas (UNGC), assinado pela empresa em 2019.

O compromisso envolve 9 (nove) Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, incluindo fome zero e agricultura sustentável; saúde e bem-estar; educação de qualidade; igualdade de gênero; trabalho decente e crescimento econômico; ação climática; vida na água; vida terrestre; e parcerias e meios para implementação. Clique aqui para acessar, na íntegra, o Relatório de Sustentabilidade de 2020 da Alltech.

O documento demonstra ainda como as parcerias Planet of PlentyTM (Planeta de Abundância, em português) estão criando oportunidades para avançar na implementação de práticas sustentáveis lideradas pela ciência que melhoram a rentabilidade e o bem-estar animal e ambiental. “Compilamos nosso relatório com a contribuição de nossas equipes ao redor do mundo”, explica David Butler, head de sustentabilidade da Alltech.

“Estou animado com o nível de energia e entusiasmo demonstrado por nossos colegas enquanto exploram o impacto positivo de seu trabalho. Essa determinação revela que a sustentabilidade se reflete não apenas em nosso core business, mas também dentro de nossa cultura. Esse engajamento orientado por propósito ajudará a guiar nosso sucesso nos próximos anos”, completa.

Futuro de abundância

De acordo com Mark Lyons, presidente e CEO da Alltech, o agronegócio deu passos extraordinários na produção sustentável, mas as próximas décadas serão cruciais. “O surgimento de uma nova era na produção de alimentos exigirá que continuemos trabalhando juntos além das fronteiras geográficas para criar um futuro mais sustentável”, comenta.

Para Lyons, o relatório de sustentabilidade reforça o compromisso da empresa de fornecer soluções mais inteligentes e sustentáveis para os produtores, ao mesmo tempo em que aproveita o poder da colaboração e da engenhosidade humana para criar um futuro mais promissor. “Juntos, em vez de deixar uma pegada, podemos deixar um legado”, completa.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

Suinocultura deve encerrar ano com bons números

Avicultura se mostra robusta em produção, exportação e consumo

FAESP comemora fim de embargo chinês à carne bovina

Embarques de carne suína crescem 11,9%

IEA aponta alta de 9,5% nas exportações paulistas

evento online

CBNA divulga datas de eventos programados para 2022