in

Suinocultura: Biomin® lança fitogênico que auxilia na produtividade de matrizes

Digestarom Sow é composto por uma mistura de ervas, óleos essenciais e sabores funcionais, capaz de se adaptar às necessidades do animal

Wellington Torres, de casa

[email protected]

Para auxiliar o produtor rural na hora de alcançar resultados positivos dentro das granjas, a Biomin®  lançou, hoje, quinta-feira (27), o Digestarom Sow®. Trata-se de um fitogênico que auxilia na aceitação e digestão da ração impactando na qualidade e quantidade de leite de matrizes.

Por meio de dados científicos, a iniciativa apresentou os benefícios do fitogênico. Para isso, contou com a participação de diversos profissionais de referência, como a gerente técnica de suínos da Biomin® , Anita Urbańczyk; a gerente de produto – Fitogênicos, Mariana Masiero e o supervisor de produção da Granja Santana, Kristhian Spacki. O produto, comprovado na ciência e na prática, é composto por uma mistura de ervas, óleos essenciais e sabores funcionais, capaz de se adaptar às necessidades do animal.

Segundo a gerente de Produto, Mariana Masiero, a grande quantidade de leitões nascidos pode afetar o desenvolvimento das fêmeas, principalmente durante o processo de lactação. Por isso, contar com ferramentas nutricionais, como fitogênicos, é essencial para a saúde e produção de animais nas granjas, principalmente, a fim de contornar a perda de peso.

“Nesse processo, o Digestarom Sow® melhora a palatabilidade e aceitação do alimento, potencializando o consumo; reduz processos inflamatórios e melhora a capacidade antioxidante, resultando em economia de nutrientes; promove a modulação da microbiota, auxiliando a função intestinal e também melhora a morfologia e integridade intestinal”, detalha a gerente.

Ainda de acordo com ela, o aditivo, com alta complexidade e potencial de diferentes modos de ação, possibilita suporte ao desempenho das fêmeas e dos leitões. A junção dos fatores citados anteriormente leva ao aumento do consumo de alimentos pela fêmea e melhora a função intestinal, permitindo uma maior disponibilidade de nutrientes para a fêmea e também ao leitão pelo impacto positivo na produção de leite.

“Em testes, o produto demonstrou bons desempenhos na diminuição de dias não produtivos; redução nas perdas de espessura de toucinhos durante a lactação; melhora do consumo alimentar; menor mortalidade pré-desmame; aumento de peso dos leitões; melhora no número de leitões desmamados por fêmea ao ano e também mostrou uma superioridade na taxa de parição”, reforça Mariana.

POTENCIALIZANDO O BOM DESEMPENHO

Também de olho nas granjas que já possuem bom desempenho, a gerente Técnica de Suínos, Anita Urbańczyk, pontuou ao longo de sua apresentação que, segundo um estudo realizado na Europa, em uma granja já estabilizada, foram notados ótimos retornos.

“Conseguimos melhorar o desempenho das matrizes, reduzindo a mortalidade pré-desmame, por exemplo”, destaca Anita, afirmando que, com o uso do Digestarom Sow®, foi possível potencializar o suporte dado aos animais, fornecendo melhor qualidade de vida às fêmeas e aos leitões, “com ganho de peso e saúde”.

MERCADO BRASILEIRO

Para o supervisor de produção da Granja Santa Ana, Kristhian Spacki, local onde também foram realizados testes do produto, “o trabalho da maternidade se tornou mais fácil”. De acordo com ele, com o suporte do fitogênico, foram constatados nascimentos mais tranquilos e com menor taxa de perda de animais, assim como ganho maior de peso dos leitões.

“Ganhamos desmame a mais no ano, o que repercutiu na troca de leitões e, até mesmo, na mão de obra de funcionários, já que as fêmeas passaram a estar muito mais dispostas durante todo o processo”, índica o supervisor.  

Ainda no lançamento, a gerente de produto, Mariana Masiero, anunciou que estão sendo realizados, neste momento, testes sobre o uso do Digestarom Sow® em leitões.

Apresentação de Kristhian Spacki (Foto: reprodução)

A cobertura completa e detalhada estará disponível na edição de junho da revista feed&food.

Mais informações no site da Biomin®  (Clique aqui)

Cobb-Vantress anuncia podcast sobre avicultura

Ceva Saúde Animal reforça Unidade Aves