Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
MERCADO

Conteúdo

Soluções de conectividade para agropecuária são apresentadas

feedfood

 A Claro e a Embratel, empresa responsável pelas soluções corporativas da operadora, participam da 45ª edição da Expointer. As marcas terão ativações nas casas dos principais veículos gaúchos de comunicações; presença no painel Campo em Destaque; atividades e mesa de reuniões coordenadas pelo beOn Claro – seu hub de inovação; entre outras importantes ações ao lado de parceiros de soluções para o setor. 

Nesta edição da Expointer, a Claro oferecerá aos seus clientes experiências na rede 5G DSS, que utiliza Compartilhamento Dinâmico de Espectro com as frequências disponíveis de 700 MHz, 1800 MHz, 2100 MHz e 2600MHz.  

Os investimentos da Claro na região Sul são contínuos, por isso, a operadora vem acelerando aqueles destinados à tecnologia de quinta geração na região. A operadora, inclusive, já ativou a sua rede 5G+, a marca da Claro para o 5G com frequência dedicada, nas três capitais da região, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis. A operadora já lançou essa tecnologia em 12 capitais, imediatamente após a liberação de uso do espectro pela Anatel e Gaispi. O 5G+, além de mais velocidade, também traz uma evolução para casos de negócio que necessitam maior capacidade de dispositivos conectados e latência ultrabaixa. 

Por meio da Embratel, o 5G+ irá atender às necessidades do mercado B2B e aplicações que deverão ser mais desenvolvidas no futuro, incluindo Internet das Coisas, Inteligência Artificial e Edge Computing.  

O painel “Campo em Destaque” abordará o tema “A transformação Digital no agro com o avanço da conectividade no campo” e contará com a participação de executivos da Claro, da Embratel, e de parceiros: o Diretor de Negócios de IoT da Claro, Eduardo Polidoro, o Diretor de Vendas da Embratel, Adriano Pires, o Vice-presidente Farmers Edge para a América Latina, Celso Macedo, o CEO da Sol, Rodrigo Oliveira, o Diretor-executivo de negócios da Embrapa, Tiago Toledo Ferreira, o Head do Celeiro AgriHub/TecnoPuc e coordenador da Riagro-RS, Luiz Humberto Villwock, e o curador do HackatAgro, Donário Lopes de Almeida, entre outros especialistas no tema. Esse painel será realizado na quinta-feira (01), a partir das 9h30.  

O público da Expointer poderá conferir demonstração do IPSAT, solução da Embratel de Banda Larga disponibilizada a partir do satélite Star One D1. A solução é oferecida em Banda Ka e possibilita que empresas de diversos tamanhos e segmentos instaladas em localidades com pouca ou nenhuma infraestrutura de telecomunicações tenham acesso à Internet Banda Larga de qualidade, com velocidades e preços muito atrativos.  

“A Embratel está sempre buscando levar as empresas ao próximo nível de suas jornadas digitais. Para isso, provemos serviços e soluções avançadas para tornar as operações do agronegócio mais inteligentes e eficientes, apoiando no desenvolvimento do setor. Na Expointer, queremos apresentar benefícios que a tecnologia pode oferecer aos produtores rurais e, ainda, como a Embratel vem habilitando uma infraestrutura digital capaz de promover diversas aplicações no campo”, diz o Diretor de Vendas da Embratel, Adriano Pires. 

A Claro demonstrará na feira de agronegócios a solução Claro smart agro, que leva efetivamente a agricultura 5.0 ao campo brasileiro. Essa solução permite a geração, o cruzamento e o tratamento de dados por meio de análise em tempo real (analytics), autoaprendizado das máquinas (machine learning) e da inteligência artificial para a tomada de decisões em tempo real. Com a cobertura no campo, as operações ficam mais inteligentes, aumentando a eficiência, melhorando a competitividade e a sustentabilidade da produção, além de abrir portas para outros usos, como telemedicina e educação à distância.  

Atualmente, a Claro já tem mais de 15 milhões de hectares produtivos em áreas rurais cobertos no território nacional. “A Claro e a Embratel estão à frente do mercado nas ofertas de tecnologias para o agronegócio, segmento responsável por mais de 27,4% do PIB brasileiro. Vamos mostrar durante a Expointer como as nossas soluções são capazes de gerar os melhores resultados aos produtores da região”, afirma o Diretor de Negócios de IoT da Claro, Eduardo Polidoro. 

Com o Claro smart agro temos o Campo Conectado com as soluções de conectividade para o campo e a Agricultura digital com soluções como a de Smart Farm que fazem o gerenciamento das propriedades em tempo real, reduzem desperdício de sementes, promove a utilização mais racional de fertilizantes e defensivos agrícolas, propicia a diminuição de uso de combustível fóssil, tornando possível a redução de perdas agrícolas e aumentando a rastreabilidade na cadeia alimentar. Em outras palavras, a conectividade e as soluções de agricultura digital da Claro trazem mais produtividade ao campo, maior segurança alimentar, um controle mais rígido da produção e redução de emissão de gases de efeito estufa. 

A Claro Empresas, área da operadora de soluções convergentes para PME, também fará exposição do portfólio completo para digitalizar negócios de pequenas e médias empresas (PMEs). Entre as soluções para esse segmento está o Gestor e-Finanças, para o empreendedor simplificar de forma on-line a gestão contábil e financeira da sua empresa. Outras ferramentas são o EquipApp, a plataforma de gerenciamento de equipe para aumentar a produtividade da empresa, e o Be Digital, capacitação e comunicação em comunidades virtuais para os PMEs, além de outros serviços e produtos.  

Fonte: A.I, adaptado pela equipe Feed&Food. 

LEIA TAMBÉM:

Revista Feed&Food promoveu encontro de grandes nomes da agroindústria

Embarques de carne de frango apresentam alta de 6%

Preços dos ovos apresentam patamar recorde

Patrocinado
Patrocinado