in

Sistema permitirá o rastreamento de cadeia produtiva

CNA apresentou projeto que certifica a produção de carne bovina

CNA apresentou projeto que certifica a produção de carne bovina

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, conheceu nesta terça-feira (3) o Agri Trace Rastreabilidade Animal, um sistema desenvolvido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) que permite a certificação de toda a cadeia produtiva de carne bovina, da origem do animal até o produto final.

“É muito vantajoso ter um sistema onde você tem condições, principalmente nos estados da Amazônia, de rastrear o rebanho todo e falar: “Desse estado, você pode comprar carne, porque o Ministério, a federação e o estado assinam embaixo, porque todo o rebanho está rastreado”,  destacou a ministra, sugerindo que o sistema seja testado nos estados.

 O coordenador de Protocolos de Rastreabilidade do Instituto CNA, Paulo Costa, explicou que o sistema gera transparência, resultando em maior confiança entre os parceiros comerciais, oferecendo informações fundamentais para os compradores de qualquer lugar do mundo”.

 De acordo com a confederação, 12 protocolos de certificação de carnes bovinas estão disponíveis para adesão, o que proporciona aos pecuaristas o pagamento diferenciado no valor da arroba pelos frigoríficos nas carcaças certificadas. Mais de 8,5 mil produtores já estão cadastrados no Agri Trace Rastreabilidade Animal.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe feed&food.

avicultura

Tyson Foods compra 40% do grupo Vibra

Bioeconomia poderá ser integrada à Amazônia