in

SiilHalal certificará produtos para a Arábia Saudita

Ação foi autorizada pela Saudi Food & Drug Authority (SFDA) e potencializará compra de produtos brasileiros

Ação foi autorizada pela Saudi Food & Drug Authority (SFDA) e potencializará compra de produtos brasileiros

Na expectativa de ampliar a exportação de produtos à Arábia Saudita, Saudi Food & Drug Authority (SFDA) autoriza a SIILHalal certificar produtos alimentícios e abates. Segundo a empresa, o reconhecimento segue os mais altos padrões de qualidade mundial para produtos Halal.

“Este reconhecimento representa nosso compromisso em atender todas as regras internacionais e Jurisprudência Islâmica, fruto de um trabalho em equipe que zela pela eficiência dos processos e, acima de tudo, está atenta a todos os requisitos exigidos pelas normas determinadas para o mercado de Certificação Halal”, destaca o CEO da SIILHalal, Chaiboun Darwiche.

Como pontua a empresa, em 2019, a Arábia Saudita permaneceu na terceira posição do ranking de países exportadores do Oriente Médio, importando a soma de US$ 2 bilhões do Brasil. Entre os principais produtos adquiridos, segundo os dados Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC, Brasília/DF), foram: carnes de aves (39%), bovina (7%), soja (5,7%), farelo de soja (2%), milho (5,5%), ovos (0,45%), entre outros.

“A SIILHalal acredita que o Brasil pode ampliar os produtos destinados para a Arábia Saudita e a certificação passa a ser uma vantagem competitiva para as empresas interessadas em acessar este mercado”, explica o CEO, tendo em vista que até o momento a participação  do país na compra de produtos brasileiros é de US$ 1,55 bilhão.

Fonte: A.I, adaptado pela equipe feed&food.

Embrapa lança curso on-line sobre criação de peixes

Volume de carne de frango exportada registra alta