in

Sial China fecha com balanço positivo para o setor

Exportadores de aves e suínos fizeram US$ 148,7 milhões em negócios

Exportadores de aves e suínos fizeram US$ 148,7 milhões em negócios

O balanço positivo da edição 2019 da Sial China foi motivo de comemoração entre os exportadores de aves e suínos do Brasil. Na ação liderada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), foram concretizados US$ 148,7 milhões em exportações de carne de frango e de carne suína apenas durante os três dias do evento.

As tratativas realizadas durante a feira ainda devem chegar, no total, a US$ 442 milhões. Além disso, centenas de contatos comerciais foram firmados pelas nove agroindústrias participantes da comitiva da ABPA: Alibem, BRF, Castrolanda, Coasul, Integra – GtFoods, Rivelli, São Salvador Alimentos, Seara e Vibra.

Os diferenciais da produção nacional foram destacadas no espaço exclusivo para as empresas associadas às marcas setoriais Brazilian Chicken, Brazilian Pork e Brazilian Egg, por meio dos materiais promocionais distribuído aos visitantes da feira.

Outras ações. O diretor-executivo da entidade, Ricardo Santin, fez parte da missão liderada pela Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Tereza Cristina, com visitas e reuniões com membros do governo chinês em Xangai e Pequim.   

“Os resultados da participação brasileira na Sial China refletem o bom momento para o setor de proteína animal junto ao mercado chinês.  Temos boas expectativas sobre as ações realizadas ao longo desta semana, que deverão ir além do saldo dos negócios obtidos nesta grande feira”, afirma Santin.

Fonte: ABPA, adaptado pela equipe Feed&Food.

avicultura

Evonik destaca seu portfólio de saúde intestinal

Facta premia pesquisadores do setor avícola