Patrocinado
AVICULTURA

Conteúdo

Segurança alimentar ganha destaque em campanha publicitária

Propaganda visa esclarecer que a gripe aviária não é transmitida pelo consumo dos produtos
feedfood
FOTO: REPRODUÇÃO

O Governo Federal lançou com o slogan “Alimento inspecionado. Tá na mesa, tá seguro”, uma campanha publicitária para reforçar o compromisso com a população brasileira quanto à segurança do consumo de carnes de aves e ovos inspecionados, nesta semana.

A ação liderada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) busca esclarecer que a gripe aviária- doença que chegou no Brasil em maio de 2023 atingindo as aves silvestres, não é transmitida pelo consumo desses alimentos.

O MAPA também destaca a importância do selo de inspeção – SIF, SIE, SIM e Sisbi, encontrado nos rótulos dos produtos de origem animal à venda, o qual é necessário que passe por diversas etapas de fiscalização e inspeção realizadas na administração pública e em diferentes instâncias, como federal, estadual ou municipal, para conferir se atendem aos critérios exigidos pela legislação.

FOTO: REPRODUÇÃO
Propaganda visa esclarecer que a gripe aviária não é transmitida pelo consumo dos produtos (FOTO: REPRODUÇÃO)

O Selo de inspeção é obrigatório, um alerta aos consumidores, responsável por assegurar a qualidade dos produtos que chegam à mesa, sem riscos de causar danos à saúde.

A campanha ainda conta com orientações direcionadas aos produtores rurais sobre as medidas de biosseguridade para prevenir a disseminação da doença em granjas comerciais, e, esclarecimentos sobre as notificações ao Serviço Veterinário Oficial de focos suspeitos.

As peças produzidas com veiculação nacional para TV, spot de rádio, site de jornais, revistas e redes sociais, contêm recursos de acessibilidade de audiodescrição, legenda e tradução em libras, atendendo às normativas estabelecidas pela Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015, conforme às Instruções Normativas da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. Confira aqui.

Fonte: MAPA, adaptado pela equipe FeedFood.

LEIA TAMBÉM:

PIB do agro tem avanço acumulado de 0,5% em 2023

Ações brasileiras são destaque nas Conferências da FAO

Uso de tanino reduz emissão de GEE em 17% na pecuária