in

SBSA 2021 já tem data confirmada

“Conectado a uma Nova Era” será tema central da 21ª edição do evento

O Simpósio Brasil Sul de Avicultura 2021 chega a sua vigésima primeira edição. Em 2021, o evento está previsto para ocorrer entre os dias 06 a 08 de abril e deve acontecer no formato híbrido, ou seja, podendo ser acompanhado de modo presencial no auditório do Centro de Convenções Plínio Arlindo De Nês ou on-line. A temática desta edição será “Conectado a uma Nova Era”.

Além disso, o SBSA 2021 adotará todas as regras de segurança vigentes na sua realização, reforçando os cuidados com uso de tapetes sanitários e cabine de desinfecção, álcool gel nos locais de chegada e circulação, higienização dos locais de mais circulação, uso de máscaras, além da higienização do auditório ao  final de cada dia de evento

De acordo com o médico-veterinário, Luiz Carlos Giongo, presidente do Nucleovet, este modelo híbrido está conectado aos novos tempos e abre possibilidade de expandir ainda mais o público do SBSA que já estava chegando à capacidade física do local do evento. “Ainda, todos estão ansiosos para interagir depois de um ano de 2020 tão distante, isolados em meio a pandemia, todos se reinventando nas novas formas de se comunicar”.

Programação. Em relação à programação do SBSA 2021, Guilherme Lando – Presidente da Comissão Científica adianta os temas de ponta que serão apresentados. “Para dar mais foco nas discussões, criar sintonia entre os temas e permitir um debate interativo intenso, a programação cientifica do SBSA está subdividida em quatro módulos: Bloco Mercado, Bloco Abatedouro, Bloco Sanidade e Bloco manejo, os quais fazem parte dos principais pilares presentes na cadeia de produção de aves”.

De acordo com Lando, o bloco mercado, tem como foco retratar o cenário atual do mercado e os desafios que afetam a cadeia, além dos desafios impostos aos profissionais que atuam. Já no bloco abatedouro: “uma linha paralela entre os sistemas de avaliação de condena de frigoríficos Europeus versos o Brasileiro”, além de discussões de oportunidades de melhorias para uma melhor eficiência e os desafios deste processo que muitas vezes depende dos passos e decisões que foram seguidas até o momento.

Em sanidade, Lando salienta  a oportunidade de discutir alguns dos principais desafios sanitários que atualmente trazem impacto para a cadeia. Sibre o bloco manejo, pontua a possibilidade de recuperar os conceitos básicos da criação do frango de corte moderno e dentro de um conceito fisiológico explicativo criar oportunidades para uma mais completa e eficaz condução de melhorias de indicadores zootécnicos e de custo da produção.

Expectativa. Com 95% das cotas de patrocínio já fechadas, o evento terá novidades como a granja Avi 4.0 – Tecnologia embarcada na avicultura com uma mostra de equipamentos e tecnologias para a avicultura, com a possibilidade de conhecer e entender o futuro e o que a avicultura de precisão ganha com a “Internet das coisas”, robotização, painéis de controle integrados e outras tecnologias já existentes.

“Vamos reunir empresas e fornecedores de tecnologia para mostrar na nossa Avi 4.0 os avanços e ganhos que a tecnologia trouxe e pode trazer para os modelos de produção, aumentando a assertividade e precisão na produção de aves comerciais”, destacou Eliana Panty – Executiva de Vendas do SBSA 2021.

Fonte: A.I., adaptado pela equipe feed&food.

Facta anuncia nova diretoria

JBS realiza doações ao Ministério da Saúde