in

SAA oferece curso sobre criação de camarões

Interessados terão acesso ao conteúdo on-line

Interessados terão acesso ao conteúdo on-line

Atendendo a uma demanda crescente do mercado, a  Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA/SP), por meio do Instituto de Pesca (IP), disponibiliza o “Curso à Distância sobre Criação de Camarões de Água Doce – Módulo Básico“. Além das aulas, que são feitas on-line, os interessados terão acesso ao material de apoio.

Os participantes receberão certificado por e-mail, em PDF, e os que tiverem aproveitamento superior a 70% da avaliação, poderão agendar uma visita a Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento (UPD) de Pirassununga, do Instituto de Pesca, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), para sanar dúvidas com os coordenadores do curso.

Entre os temas apresentados estão os aspectos biológicos; fatores limitantes ao cultivo (clima, água, solo, logística); características e construção de viveiros; preparo dos viveiros (limpeza do lodo, calagem, adubação); povoamento (sistemas monofásico e bifásico), predadores, manejos alimentar e hídrico e biometrias; despescas seletiva e total; comercialização do camarão; viabilidade econômica do cultivo; bem como técnicas de processamento e marketing do produto.

Segundo o coordenador do curso e pesquisador no IP, Marcello Villar Boock, a criação de camarões pitu (de água doce) é rentável, “porque o produto tem alto valor de mercado, é comercializado como alimento gourmet e, mesmo em pequenas áreas de produção, o piscicultor consegue ter lucratividade. Existe uma procura constante de informações sobre a criação por interessados de diversos estados brasileiros, daí surgiu à ideia de criar o curso online e assim dar oportunidade para aqueles que não podem se deslocar até Pirassununga”.

Os interessados em participar podem realizar a matrícula on-line. O investimento para fazer o curso é de R$ 200. Para mais informações ligue para (19) 3739 – 8035, ou mande mensagem via whatsapp para (19) 9 9604 – 2601.

Fonte: SAA, adaptado pela equipe feed&food.

EUA avalia retomar a importação de carne do Brasil

Ourofino promove palestra on-line