Pesquisar
Close this search box.
Patrocinado
EVENTOS

Conteúdo

Revista Feed&Food promoveu encontro de grandes nomes da agroindústria

feedfood

                                                           Wellington Torres e Gabriela Couto, do SIAVS (SP) 

Wellington@ciasullieditores.com.br  

gcouto@ciasullieditores.com.br 

Ao pôr a sustentabilidade em debate, Simpósio Feed&food recebeu grandes nomes da agroindústria. Encontro compôs a programação do Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura (SIAVS), nesta quarta-feira (10), no Centro de Exposições do Anhembi, em São Paulo (SP).  

 A abertura do evento foi realizada com entrega de prêmio pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) e discurso do presidente Ricardo Santin. Além de homenagear o fundador da Revista Feed&Food, Osvaldo Ciasulli, ele afirmou que a iniciativa caminha de encontro às necessidades da produção brasileira de proteína animal, uma vez que a “sustentabilidade está no DNA da nossa cadeia produtiva”. 

O primeiro palestrante do dia foi o Sócio-diretor geral da Agroicone, Rodrigo C. A. Lima, com o tema ‘Desafios da agropecuária através da emissão de carbono’. “Não se pode avaliar a emissão causada pela pecuária utilizando os métodos de outros setores”, analisou.   

Segundo ele, o carbono é um asset que tende a ter cada vez mais valor, porém capturá-lo é um desafio e valor de mercado se torna um incentivo. As certificações como Verra, Gold Standard, VCS são instrumentos relevantes, pois ‘carbono unilateral’ não possui credibilidade e, portanto, tende ter pouca aceitação.  

Em seguida, o Coordenador de Tecnologia da Evonik, Kevyn Alves, pautou o tema ‘Próximo da neutralidade de emissão na produção de aditivo – ACV (Avaliação do Ciclo de Vida) na produção de lisina’. De acordo com Alves, a empresa tem como objetivos futuros a execução de projetos de 2022 e 2024, focando na redução das emissões, com os projetos de ‘pré-aquecedor’, de controle avançado de melhoria dos sistemas de refrigeração. 

Com o tema ‘Programa de Sustentabilidade do Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA)’, o Secretário Substituto de Inovação, Desenvolvimento Sustentável e Irrigação, Cleber de Oliveria Soares, declarou que, na Pasta, a Secretaria tem como princípio agregar ou captar valor à produção verde e amarela.  

“Quem tem fome, tem pressa. Esse é o princípio da segurança alimentar”, afirmou, ao pontuar como o desenvolvimento sustentável está atrelado ao bom desempenho nacional na produção de alimentos. “Hoje, o principal ativo do setor se chama carbono e a agregação de valor dele depende do modelo de negócio”, alertou.  

Troféu Curuca de Sustentabilidade condecora agroindústrias

Atenta ao compromisso de dar destaque às ações que redesenham o mercado de forma mais sustentável, a Revista Feed&Food condecorou três empresas com o Troféu Curuca de Sustentabilidade. As ganhadoras foram JBS, Grupo Mantiqueira e Nutribras Alimentos.  

“O projeto é um exemplo da nossa constante busca pela eficiência na utilização de recursos naturais. Acredito, e muito, no crescimento, desta importante fonte de energia renovável”, comemorou o CEO da Nutribras, Paulo Lucion.  

Para o representante da JBS, Vamiré Luiz Sens Júnior “receber esse reconhecimento confirma que estamos no caminho certo. “Temos clareza de que é o início de uma grande jornada, de bastante desafios, mas fundamental para assegurar a competitividade e sustentabilidade de qualquer negócio a curto ,médio e longo prazo”, afirmou.  

 

“É muito importante este troféu para o Grupo Mantiqueira, empresa que até 2003 não pensava em sustentabilidade. Aprendemos na dor”, declarou o presidente, Leandro Pinto, ao complementar que a questão é ponto motor para como o Grupo quer se pôr no mercado brasileiro.  

Os troféus foram entregues pelo Gerente Nacional da Ceva, Giankleber Diniz, pela Gerente de Desenvolvimento de Negócios da Wisium, Raquel Trindade e pelo CEO da Grasp, Alysson Pegoraro.