in

Retração da demanda interfere nos preços dos ovos

Segundo o Cepea, proteína da região paulista acumula duas semanas de desvalorizações

ovos

Devido à baixa procura por ovos e a lentidão das vendas, cotações da proteína foram pressionadas neste encerramento de agosto. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, “produto acumula duas semanas consecutivas de desvalorizações”.

“Nesse cenário, colaboradores do Cepea reportaram sobras em muitas regiões produtoras, o que levou à concessão de descontos para facilitar o escoamento”, destaca o Centro de Estudos.

Ainda de acordo com a instituição, a queda dos preços frustrou a expectativa de agentes do setor, “que acreditavam que as vendas continuariam aquecidas durante todo o mês, fundamentados no retorno das aulas e na mudança do padrão de consumo da população, que tem buscado fontes mais baratas de proteína animal, como a carne de frango – pela qual a demanda está aquecida –, devido ao poder de compra enfraquecido dos consumidores”.

Fonte: Cepea, adaptado pela equipe feed&food.

LEIA TAMBÉM:

ACCS tem sua primeira mulher presidente

Embrapa lança plataforma on-line com foco na aquicultura

Resiliente, avicultura exige atenção especial em relação ao clima

Embrapa Gado de Leite visa unir startups e gigantes do mercado