in

Resultados do Programa ATeG são apresentados

Evento contou com a participação de cerca de 1700 produtores de leite

Evento contou com a participação de cerca de 1700 produtores de leite

O 2º Seminário Estadual do Programa de Assistência Técnica e Gerencial em Bovinocultura de Leite, realizado em Chapecó (SC), apresentou os resultados do programa que vem sendo executado há três anos. O encontro reuniu aproximadamente 1700 produtores de leite.

O Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) foi criado com o objetivo de proporcionar aumento da produção, evolução na produtividade e no nível de gestão, além do incremento da renda líquida das propriedades rurais catarinenses por meio do assistencialismo.

A Assistência Técnica e Gerencial é um processo educativo de caráter continuado que visa atender a produtores rurais por meio de uma metodologia fundamentada em ações de diagnóstico, planejamento, adequação tecnológica, formação profissional do produtor e análise de resultados.

As propriedades participantes são assistidas em Santa Catarina por um período de dois a quatro anos desde gestão até manejo adequado, melhoria da alimentação, das instalações, nutrição, qualidade do leite e bem-estar animal. 

“Nós estamos executando o programa há três anos para completar o cenário rural. Reconhecemos que é muito difícil reunir produtores, porque precisa de atenção diária nas atividades que eles exercem. Porém, todo esse esforço, considerando a distância que muitos percorreram foi compensada por meio do aprendizado que o seminário proporcionou. Além da troca de experiências, as palestras aprofundaram o conhecimento de cada participante”, garante o presidente do sistema Faesc/Senar José Zeferino Pedrozo. 

Durante o 2º Seminário estiveram presentes autoridades como o deputado Marcos Vieira, presidente da Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, assegurou que os deputados catarinenses firmaram posição em defesa da agricultura e do agronegócio. Os parlamentares rejeitarão todas as propostas de tributação dos insumos agrícolas – especialmente de defensivos – propostas pelo Governo do Estado de Santa Catarina. A tributação destroçaria a competitividade dos produtos catarinenses. Vieira disse que esse assunto será tratado pelo Conselho Fazendário Nacional (Confaz) em 2020 e que o governo estadual erra ao tentar antecipar uma questão que precisa ser equacionada em nível federal.

“Por mais de 20 anos levamos informações em cursos e treinamentos de curta duração. Agora contribuímos com a assistência técnica. Mensalmente nossos técnicos levam o que há de mais moderno no manejo, na produção de alimentos e tudo aquilo que o produtor tem necessidade para melhorar sua gestão e rentabilidade. O resultado não poderia ser diferente, hoje somos o quarto maior produtor de leite do Brasil”, afirma Pedrozo.

Resultados. Em 2019 foram realizadas 16 oficinas técnicas para aprimorar o conhecimento e aumentar a produtividade. O supervisor técnico da ATeG em bovinocultura de leite Jeam Carlos Palavro explicou que uma propriedade funciona como unidade-conceito, onde são realizadas as oficinas. Em seguida, por meio dos resultados, o programa é aplicado em outras propriedades rurais e aperfeiçoado de acordo com os objetivos de cada produtor rural. 

Em 2016, quando iniciado a ATeG, 1350 propriedades participaram do programa. Já em 2019, a ATeG abrangeu 1800 propriedades e foi aplicada em 165 municípios catarinenses. Em média mensal, as propriedades comercializaram 11.556 litros de leite. Por dia, a produção de leite representa em média 18,34 litros. 

Em média os produtores trabalham com 20 vacas por propriedade. Segundo Palavro, de agosto de 2018 a julho de 2019 a média recebida do preço do leite foi de R$ 1,29. O acréscimo produtivo foi de 8%, o que representa 10 mil litros a mais de leite na propriedade comparado ao ano anterior. Ao todo, as propriedades atingiriam 18 milhões 489 mil litros de leite produzido. 

Fonte: Senar/Faesc, adaptado pela equipe feed&food.

CNA homenageia destaques do agro

Cobb-Vantress recebe missão especial chinesa