in

Receita das exportações de carne bovina cresce 55,9%

No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, embarques somaram US$ 5,06 bilhões

Embarques de carne suína crescem 11,9%
Reprodução

Ao somar os primeiros cinco meses de 2022, as exportações brasileiras de carne bovina apresentaram crescimento de 55,9% em receita, ante ao mesmo período do ano anterior. Números fazem parte de levantamento realizado pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) e divulgado pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), nesta terça-feira (14).

Como aponta o material, de janeiro a maio o faturamento com as vendas chegou a US$ 5,06 bilhões, valor acima do concebido no mesmo período de 2021, com US$ 3,24 bilhões. Em volume, a alta foi de 25%, passando de 710 mil toneladas para 887,3 mil, assim como o preço médio, que saltou 24,7%, passando de US$ 4,5 mil a tonelada para US$ 5,7 mil por tonelada.

“Isso mostra que a carne bovina brasileira está sendo cada vez mais valorizada no mercado internacional e que o Brasil está se consolidando como um importante parceiro comercial para os países compradores”, explica o presidente da Abiec, Antônio Jorge Camardelli.

Na comparação de maio de 2022 com maio de 2021, o aumento de receita foi de 49,5%, passando de US$ 725,2 milhões para US$ 1,08 bilhão. Em volume, a alta foi de 17,5%, de 149,8 mil toneladas para 176 mil toneladas.

Vale ressaltar que, no acumulado dos cinco meses, o País exportou a proteína para 130 países, com destaque para China, com US$ 2,9 bilhões, alta de 91,3% ante US$ 1,52 bilhão registrados no mesmo período de 2021. Também se encontram na lista de forte compradores os Estados Unidos, com US$ 471 milhões, alta de 88% ante US$ 251 milhões e a União Europeia, com crescimento de 29,4% em receita com US$ 212,8 milhões ante US$ 164,5 milhões.

Fonte: Abiec, adaptado pela equipe feed&food. 

LEIA TAMBÉM:

MAPA aponta dicas para compra de pescados

Agro brasileiro amplia exportações durante mês de março

13⁰ Simpósio Técnico da ACAV anuncia nova data

texto 1

Agroceres PIC e Agroceres Multimix celebram SNCS

suinos

Canadá habilita plantas suinícolas brasileiras